Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 13º

Edição

CMVM analisa relação entre Prisa e Mário Ferreira

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) está a analisar a relação entre a Prisa e a Pluris, do empresário Mário Ferreira, e o impacto na estrutura de controlo da Media Capital, disse hoje à Lusa fonte oficial.

CMVM analisa relação entre Prisa e Mário Ferreira
Notícias ao Minuto

17:26 - 21/07/20 por Lusa

Economia CMVM

Contactada pela Lusa, fonte oficial da CMVM disse que "tem estado a analisar, no âmbito do pedido de ilisão de presunção de atuação concertada entre a Prisa e a Pluris, a natureza da relação entre estes acionistas e a respetiva repercussão na estrutura de controlo da Media Capital, sendo relevantes, para o efeito da sua análise e decisão, todas as circunstâncias que reflitam a responsabilidade pela tomada de decisões".

Em 14 de maio, o empresário Mário Ferreira comprou 30,22% da Media Capital, através da Pluris Investments, numa operação realizada por meio da transferência em bloco das ações por 10,5 milhões de euros.

"A CMVM continuará a analisar esta situação no sentido de, a breve prazo, tomar posição sobre a referida questão", concluiu a mesma fonte.

Em 15 de maio, num comunicado enviado à CMVM sobre a participação qualificada da Pluris Investments na Media Capital e do acordo parassocial celebrado com a Vertix, a empresa de Mário Ferreira referia que "oportunamente se requererá [...] a ilisão da presunção prevista no n.º 4 do mesmo artigo, uma vez que não resulta do referido acordo qualquer mecanismo de concertação entre a Pluris e a Vertix que vise atribuir, ou possibilite a atribuição, o poder de exercício de influência dominante, efetiva ou potencial, sobre a sociedade participada".

Também a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) está a analisara as mudanças na estrutura acionista da TVI.

Na sexta-feira, a ERC informou que, "tendo tomado conhecimento de mudanças relevantes na estrutura da TVI, está a avaliar o âmbito das mesmas e eventual configuração de nova posição".

Acrescentou ainda que, "em análise, está a eventual alteração não autorizada de domínio, que envolve responsabilidade contraordenacional e pode dar origem à suspensão de licença ou responsabilidade criminal, tendo em conta o artigo 72.º da Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido".

Tendo em conta a "averiguação rigorosa a que vai proceder, a ERC não deixará de zelar pelo estrito cumprimento da lei e reposição da legalidade caso verifique que a mesma foi violada", lê-se na nota do regulador.

Ainda na sexta-feira, a Lusa enviou um conjunto de questões ao regulador dos media, entre as quais se a ERC tinha sido informada da entrada do empresário Mário Ferreira na estrutura acionista da dona Media Capital.

Entretanto, na segunda-feira, a Lusa pediu um esclarecimento à ERC sobre a razão de ser referido o artigo 72.º da Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido.

Em resposta por escrito, o regulador dos media afirmou na segunda-feira à Lusa que, "na sequência deste e do anterior contacto, [...] não tem nada a acrescentar neste momento sobre as mudanças na estrutura da TVI", voltando a referir que o "assunto está a ser apreciado no âmbito do artigo 72.º".

Este artigo diz respeito à atividade ilegal de televisão, cujo ponto n.º 1 refere que "quem exercer a atividade de televisão sem para tal estar legalmente habilitado é punido com prisão até três anos ou com multa até 320 dias".

O disposto do n.º 1 é nomeadamente aplicável em caso de, de acordo com a alínea a), "exercício da atividade por entidade diversa da que foi licenciada ou autorizada", lê-se na lei.

A Media Capital é detida em 64,47% pela Vertix SGPS (64,47%), tendo a Pluris Investments 30,22%.

O NCG Banco tem 5,05%, sendo que o capital disperso é bolsa ('free-float') é de 0,26%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório