Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Governo quer equipamentos de proteção certificados para exportar

O Instituto da Qualidade e o Instituto de Acreditação vão estabelecer os critérios que permitem definir os laboratórios que podem avaliar a conformidade dos equipamentos de proteção individual e máscaras comunitárias, fabricadas em Portugal, numa perspetiva de exportação.

Governo quer equipamentos de proteção certificados para exportar
Notícias ao Minuto

16:13 - 29/05/20 por Lusa

Economia Coronavírus

Um despacho de hoje do secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, encarrega o Instituto Português da Qualidade (IPQ) e o Instituto Português de Acreditação (IPAC) da definição dos critérios que permitam identificar os laboratórios que possam avaliar a "conformidade de equipamentos de proteção individual, dispositivos médicos e máscaras comunitárias ou de uso social fabricados em Portugal, no contexto da atual pandemia" por covid-19.

Portugal ocupa uma "posição de vanguarda" no fabrico de máscaras comunitárias o que lhe confere "competências ímpares, no seio dos Estados-membros, para colaborar proativamente na elaboração dos normativos europeus harmonizados".

"A capacidade instalada em Portugal ultrapassa largamente as necessidades do mercado nacional, podendo ser parcialmente redirecionada para os mercados de exportação, melhorando a resposta de outros países ao surto do novo coronavírus e ajudando a mitigar os efeitos económicos e sociais da pandemia no tecido industrial português", lê-se no despacho.

Contudo, "é necessário garantir que a produção nacional seja reconhecida internacionalmente e que os produtos excedentários possam ser facilmente colocados noutros mercados europeus".

O IPAC fica também com a tarefa de identificar atuais e futuras capacidades acreditadas de ensaio e certificação disponíveis em Portugal para os mesmos produtos.

O IPQ irá colaborar, no âmbito do Comité Europeu de Normalização, na elaboração das especificações técnicas europeias para as máscaras comunitárias, que permita "estruturar um mercado único europeu que viabilize no plano regulamentar e no médio prazo os investimentos empresariais em curso".

Posteriormente o mesmo instituto irá elaborar uma norma portuguesa para a certificação acreditada de máscaras de uso social.

No diploma, o secretário de Estado admite que continuam a existir dúvidas entre os fabricantes em relação à regulamentação dos equipamentos de proteção individual, dispositivos médicos e máscaras comunitárias "que urge dirimir".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório