Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Lucro da Semapa cai 56,7% face ao primeiro trimestre de 2019

A Semapa informou hoje que obteve um lucro de 17,2 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, uma descida de 56,7% face ao período homólogo de 2019, quando atingiu os 39,7 milhões.

Lucro da Semapa cai 56,7% face ao primeiro trimestre de 2019
Notícias ao Minuto

23:53 - 28/05/20 por Lusa

Economia Semapa

"O resultado líquido atribuível a acionistas da Semapa subiu de 12,0 milhões de euros para 17,2 milhões de euros em relação ao resultado líquido do quarto trimestre de 2019, tendo sido inferior em 22,5 milhões de euros ao resultado líquido registado no período homólogo [primeiro trimestre de 2019]", refere o documento enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O grupo ligado aos setores da pasta e papel, do cimento e do ambiente registou essa quebra homóloga depois de ter visto o lucro subir 46,3% entre o primeiro trimestre de 2018 e o de 2019, de 27,2 para 39,7 milhões de euros, confirma o relatório publicado no ano passado.

No comunicado ao mercado, a Semapa refere que o volume de negócios foi de 524 milhões de euros, entre janeiro e março de 2020, com as exportações, de 382,1 milhões de euros, a perfazerem 72,9% do volume de negócios.

O grupo destaca ainda aumentos homólogos de 4% nas vendas de papel, de 10% no 'tissue' (utilizado para lenços de papel e papel higiénico) e de 34% na pasta, sendo que o relatório mostra que o volume de negócios no primeiro trimestre deste ano caiu 5% face ao primeiro trimestre de 2019 (551,3 milhões) e 4% face ao quarto trimestre do ano passado (545,7 milhões).

Semapa argumenta que o seu "desempenho ficou condicionado" pela quebra homóloga dos preços de venda da pasta BHKP (pasta de eucalipto branqueada de fibra curta), em 29%, e do papel A4, em 5,5%.

O resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (EBITDA, na sigla inglesa) também caiu 10,1% em termos homólogos, de 132,6 para 119,1 milhões de euros, com a Semapa a referir que as subidas do EBITDA nos segmentos do cimento, para 28,5 milhões de euros, e do ambiente, para 2,7 milhões, foram insuficientes para compensar a "quebra significativa dos preços da pasta e do papel ocorrida ao longo do ano de 2019".

No documento enviado à CMVM, o grupo realça ainda uma "penalização dos resultados financeiros líquidos em cerca de 16,8 milhões de euros face ao período homólogo", tendo igualmente mencionado um "desvio muito desfavorável (21,0 milhões de euros) nas diferenças cambiais", por causa da desvalorização do real brasileiro face ao euro.

Já a dívida líquida consolidada à data de 31 de março de 2020 era de 1.540,7 milhões de euros, valor que representou uma quebra de 5,2 milhões "face ao valor apurado no final do exercício de 2019" (-0,3%).

O grupo destaca também que a pandemia de covid-19 já teve impacto nos resultados do primeiro trimestre, "ainda que de forma incipiente", principalmente nos segmentos da pasta e do papel.

Semapa é detentora de 69,4% do capital social da Navigator, empresa que decidiu "suspender parcial e temporariamente a produção de papel a partir de 22 de abril, por um período estimado inicialmente de cerca de 30 dias", afetando, com a decisão, "entre 700 toneladas e 2.000 toneladas diárias".

O "Grande Confinamento" levou o Fundo Monetário Internacional (FMI) a fazer previsões sem precedentes nos seus quase 75 anos: a economia mundial poderá cair 3% em 2020, arrastada por uma contração de 5,9% nos Estados Unidos, de 7,5% na zona euro e de 5,2% no Japão.

Para Portugal, o FMI prevê uma recessão de 8% e uma taxa de desemprego de 13,9% em 2020.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 357 mil mortos e infetou mais de 5,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Em Portugal, morreram 1.369 pessoas das 31.596 confirmadas como infetadas, e há 18.637 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório