Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Moody's diz que telecomunicações europeias são resistentes mas não imunes

A Moody's considera que a indústria europeia de telecomunicações "é resistente" e "não está diretamente exposta" à pandemia de covid-19 como outros setores, mas não está imune e isso terá impacto nas receitas deste ano.

Moody's diz que telecomunicações europeias são resistentes mas não imunes
Notícias ao Minuto

17:04 - 02/04/20 por Lusa

Economia Covid-19

A Moody's relembra, numa nota de 'research' hoje divulgada, que mudou a perspetiva para a indústria para "negativo" em setembro último, salientando que a crise do novo coronavírus "irá exacerbar os riscos" que na altura a agência de 'rating' destacou.

"Embora a indústria seja resistente, e não esteja diretamente exposta ao surto da mesma maneira que alguns setores, como aviação e alojamento, não está imune", afirma.

Para a Moody's, o novo coronavírus terá impacto nas receitas das operadoras.

Isto porque embora o tráfego cresça "exponencialmente em dados e voz móvel", os atuais tarifários fixos existentes não levarão a um aumento da receita.

"As consequências económicas do novo coronavírus irão afetar a receita das telecomunicações porque há uma correlação entre a evolução do PIB [Produto Interno Bruto] e as receitas das telecomunicações", normalmente com um atraso de um ano.

"Com base na nossa experiência na anterior crise financeira global", esperamos que "a receita diminua em 2020", contra a expectativa anterior de receitas estáveis, adianta.

"Esperamos que a redução no EBITDA [resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações] seja menos aguda, à medida que as empresas aceleram o corte de custos e gastam menos em 'marketing' e em retenção e aquisição de clientes", refere a Moody's.

"Porque não sabemos a duração do bloqueio na maioria dos países europeus, é muito difícil quantificar o impacto total para a indústria", mas a "nossa estimativa, assente na nossa experiência, é de que a contração da economia irá levar a uma diminuição das receitas nas telecomunicações", salienta.

A expansão de projetos, incluindo os relacionados com a quinta geração móvel (5G), serão "temporariamente adiados".

A Moody's alerta também para que as dívidas dos clientes vão aumentar como consequência do impacto da covid-19.

No entanto, "os serviços de telecomunicações tornaram-se essenciais, pelo que não serão os primeiros a ser cortados pelos consumidores para poupar dinheiro", considera, apontando que o segmento mais afetado será o das pequenas e médias empresas.

Apesar disso, a Moody's não estima problemas de liquidez para as operadoras de telecomunicações europeias.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório