Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 5º MÁX 13º

Edição

Aumentos de 0,3% são "ponto fechado" mas há margem para quem recebe menos

A ministra da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu ir mais longe nas remunerações mais baixas e noutras matérias, como as férias, na Função Pública.

Aumentos de 0,3% são "ponto fechado" mas há margem para quem recebe menos
Notícias ao Minuto

08:00 - 13/02/20 por Lusa

Economia Ministra

A ministra da Administração Pública afirmou que a proposta de aumentos salariais de 0,3% "é um ponto fechado" na negociação com os sindicatos, mas admitiu ir mais longe nas remunerações mais baixas e noutras matérias, como as férias.

"Neste momento, os 0,3% são um ponto fechado, mas pode haver outras vantagens", disse a ministra da Modernização Administrativa e da Administração Pública, Alexandra Leitão, no programa da RTP Grande Entrevista, na quarta-feira à noite.

A próxima reunião com as estruturas sindicais da administração pública está marcada para segunda-feira e a ministra lembra que em cima da mesa estão outras matérias, além da salarial.

Segundo disse, o que está em curso "é uma negociação para os escalões mais baixos" e "outras medidas transversais podem não estar completamente fechadas".

Na última reunião com os sindicatos, que aconteceu na segunda-feira, dia 10 de fevereiro, o Governo propôs, um aumento de sete euros para os trabalhadores da Função Pública que recebem até 690 euros de salário. Esta proposta está acima dos 0,3% anteriormente propostos pelo Executivo de António Costa.

Há (outras) questões além dos salários 

Questionada sobre se a questão das férias poderá estar entre outras medidas negociadas além dos aumentos salariais, Alexandra Leitão não afastou a hipótese, respondendo que esse poderá ser um exemplo.

Otimista quanto a um acordo com os sindicatos, a governante acrescentou que a valorização dos trabalhadores passa ainda por áreas como as pré-reformas ou a formação profissional.

Alexandra Leitão considerou ainda que não há trabalhadores a mais na administração pública, sublinhando que essa ideia "é um mito" e que há uma recuperação a fazer do número de postos de trabalho perdidos durante o período da 'troika'.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório