Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

CTT e Saphety promovem fatura eletrónica junto das empresas

O acordo prevê a exploração das competências complementares das duas empresas.

CTT e Saphety promovem fatura eletrónica junto das empresas

Os CTT e a Saphety estabeleceram um acordo para a comercialização da faturação eletrónica junto das empresas em janeiro, com o objetivo de apoiar a atividade e gestão das mesmas em território nacional. 

"Esta parceria é muito relevante para os CTT na medida em que permitirá aos atuais e futuros clientes de ambas as empresas acederem a um conjunto de serviços complementares de forma muito mais conveniente e que garantem o integral cumprimento das novas exigências legais. Ao integrar-se as competências de Printing & Finishing e expedição dos CTT com o 'know how' e tecnologia de fatura eletrónica da Saphety, as empresas e entidades públicas passam a ter ao seu dispor uma solução omnicanal única no mercado", referiu João Bento, CEO dos CTT, citado num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

De recordar que a partir de dia 18 de abril de 2020 todas as entidades públicas deverão estar aptas a receber faturação eletrónica dos seus fornecedores e as grandes empresas serão obrigadas a faturar eletronicamente todas as entidades e organizações na esfera do Estado.

"Até ao final do ano milhares de empresas terão obrigatoriamente de faturar eletronicamente ao Estado. Trabalhar em conjunto com os CTT vai possibilitar acelerar a nossa capacidade e capilaridade de resposta ao mercado, e permitir às empresas cumprirem estas novas obrigações legais. Estamos muito entusiasmados com esta parceria" referiu Rui Fontoura, CEO da Saphety.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório