Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Maior acionista da Altri reduz participação e desce dos 20%

O maior acionista da Altri, a Promendo Investimentos, reduziu a sua posição na empresa para um nível abaixo dos 20%, de acordo com um comunicado publicado hoje pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Maior acionista da Altri reduz participação e desce dos 20%
Notícias ao Minuto

19:33 - 28/01/20 por Lusa

Economia Altri

Na mesma nota, a Altri, que atua na área da pasta e papel, informa que a Promendo "alienou, em bolsa" ações do grupo e que "em consequência reduziu para um nível inferior a 20%" no dia 24 de janeiro.

Segundo a mesma nota, "a sociedade passou a deter um total de 39.295.053 ações representativas de 19,15% do capital social e direitos de voto" da Altri.

"Consideram-se igualmente imputáveis à sociedade 11.500 ações detidas pelo seu administrador José Manuel de Almeida Archer, pelo que é assim imputável à sociedade um total de 39.306.553 ações da emitente", de acordo com o comunicado.

Além disso, segundo a Altri, consideram-se "imputáveis a Ana Rebelo de Carvalho Menéres de Mendonça um total de 39.306.553 ações, correspondentes a 19,16% do capital social e dos direitos de voto" do grupo.

Ana Rebelo de Carvalho Menéres de Mendonça e José Manuel de Almeida Archer são administradores da sociedade e simultaneamente vogais do Conselho de Administração da Altri e por isso a comunicação destas mudanças é obrigatória.

No dia 17 de janeiro, a Promendo detinha 20,75% da Altri.

A Altri comunicou ainda que a 1 Thing, Investments, "sociedade cujo conselho de administração integra Pedro Miguel Matos Borges de Oliveira, também administrador da sociedade Altri" comprou "na Euronext Lisbon, entre os dias 23 e 24 de janeiro de 2020, 2.250.000 ações representativas de 1,10% do capital social e dos direitos de voto da sociedade".

Assim, a sociedade 1 Thing, Investments, "passou a deter 20.541.284 ações representativas de 10,01% do capital social e dos direitos de voto da sociedade Altri, SGPS, S.A., ultrapassando o limiar de participação de 10%", de acordo com a nota.

Por sua vez, a "Caderno Azul informa que adquiriu, na Euronext Lisbon, em 24 de janeiro de 2020, 1.000.000 de ações ordinárias representativas de 0,49% do capital social e dos direitos de voto" do grupo.

Depois da operação, a sociedade "passou a deter 31.000.000 de ações representativas de 15,11% do capital social e dos direitos de voto da Altri, SGPS, S.A., ultrapassando o limiar de participação de 15%", segundo uma nota publicada pela CMVM.

Esta comunicação deveu-se ao facto de o "administrador João Manuel Matos Borges de Oliveira ser também administrador da Altri", sendo que lhe são imputáveis "31.000.000 de ações, correspondentes a 15,11% do capital e dos direitos de voto" da empresa.

A Promendo e a Caderno Azul são também acionistas da Cofina, tal como a Actium Capital, que é igualmente acionista da Altri.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório