Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Crescimento da economia da zona euro mantém-se fraco em janeiro

O crescimento da economia da zona euro continua fraco em janeiro perante o pouco dinamismo do aumento das novas encomendas, indicam dados divulgados hoje pela Markit.

Crescimento da economia da zona euro mantém-se fraco em janeiro
Notícias ao Minuto

11:36 - 24/01/20 por Lusa

Economia Markit

O índice PMI (Purchaising Manager's Index) manteve-se em 50,9 pontos em janeiro, ligeiramente acima dos 50 pontos que marcam a diferença entre crescimento e contração, mas ainda no nível mais fraco dos últimos seis meses e meio, refere a Markit.

A Markit explica que o crescimento continua a ser sustentado pelos serviços, cujo crescimento desacelerou em janeiro, enquanto a produção industrial ainda que continue a recuar, registou o menor decréscimo dos últimos cinco meses.

A desaceleração do aumento das novas encomendas é o elemento que explica o baixo crescimento, precisa a consultora, que adianta que há indícios de que o volume de encomendas do setor industrial se aproxima da estabilização.

Apesar desta situação, as empresas mostram o maior nível de otimismo dos últimos 16 meses, sobretudo tendo em conta que a indústria considera que a pior parte da desaceleração já passou, fazendo com que o ritmo de contratação de trabalhadores tenha acelerado.

Os custos voltaram a subir em janeiro, sobretudo no setor dos serviços e as empresas voltaram a aumentar os preços de venda.

A Markit sublinha que as economias de França e Alemanha começaram o ano positivamente, ao alcançarem os maiores aumentos de atividade dos últimos cinco meses, enquanto permanece a desaceleração no resto da zona euro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório