Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 11º

Edição

Associação de Hotelaria prevê abertura de 51 novos hotéis em 2020

A Associação de Hotelaria de Portugal (AHP) divulgou hoje que prevê a abertura de 51 novos hotéis em 2020 e apenas nove remodelações, registando um abrandamento do registo de intenções.

Associação de Hotelaria prevê abertura de 51 novos hotéis em 2020
Notícias ao Minuto

19:24 - 15/01/20 por Lusa

Economia Hotel

Os dados foram dados a conhecer pela presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira, numa apresentação à imprensa dos resultados do inquérito "Hotelaria: Balanço 2019 & Perspetivas 2020", bem como dos últimos resultados do barómetro Hotel Monitor (de janeiro a novembro 2019).

Segundo os dados daquela associação, a região norte do país é a que regista o maior número de intenções, com 18 novos hotéis em 2020 e cinco remodelações.

Para Lisboa estão previstos 14 novos hotéis, na zona centro seis e no Algarve três. Quanto às remodelações, está prevista apenas uma em cada uma destas três localizações.

No entanto, há intenções de aberturas e remodelações "que ficam com o caminho", segundo a responsável, como aconteceu em 2019, em que apenas 24 das 65 aberturas previstas se concretizaram.

Em relação ao Hotel Monitor, o barómetro específico da hotelaria nacional, os resultados provisórios para o período de janeiro a novembro de 2019 apontam para uma taxa de ocupação de 72%, tal como em 2018.

No entanto, o indicador mais destacado pela AHP é o do gasto médio do turista no hotel, que resulta da divisão da receita total do hotel pelo número de hóspedes e que subiu 6%, para 139 euros.

Isto significa, referiu Cristina Siza Vieira, que "os hotéis estão a encontrar outras fontes de rendimento para lá do alojamento".

"Têm outros consumidores que não os hóspedes", como por exemplo os banquetes, as receitas dos bares e as salas de reuniões, acrescentou.

A AHP refere ainda que o preço médio por quarto (ARR, na sigla inglesa) subiu 3%, de 94 para 96 euros, no período (comparando com o período homólogo, ou seja, de janeiro a novembro de 2018), e a receita por quarto disponível (RevPAR, na sigla inglesa) cresceu apenas um euro, para 71 euros.

O Governo estima fechar o ano de 2019 com receitas turísticas de 18,1 mil milhões de euros, quando em 2018 tinham sido de 16,8 mil milhões de euros, disse hoje a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, presente no encontro da AHP.

"Temos estimativa de fechar 2019 com 18,1 mil milhões de euros [de receita turística], que compara com 16,8 do ano anterior", afirmou Rita Marques, que falava no almoço da Associação da Hotelaria de Portugal, num hotel em Lisboa.

"Esperamos em 2019 superar o ano de 2018, que foi já um ano bom", acrescentou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório