Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 20º

Edição

Lucro do Royal Bank of Scotland cresce 29% até setembro

O lucro do Royal Bank of Scotland (RBS) cresceu 28,9% até setembro para 1.723 milhões de libras (1.995 milhões de euros), face a igual período do ano passado, anunciou hoje o grupo financeiro britânico.

Lucro do Royal Bank of Scotland cresce 29% até setembro
Notícias ao Minuto

11:27 - 24/10/19 por Lusa

Economia Banca

Nos nove primeiros meses do exercício fiscal do ano anterior, o resultado líquido foi de 1.336 milhões de libras (1.547 milhões de euros).

Em comunicado enviado à Bolsa de Londres, o RBS, que é detido em 62% pelo Estado Britânico, explicou que as receitas totais ascenderam a 10.020 milhões de libras (11.603 milhões de euros), mais 3,1 % em relação a igual período do ano precedente.

O resultado operacional foi de 2.686 milhões de libras (3.110 milhões de euros), menos 3,6% na comparação com idêntico período do ano anterior.

Até setembro, o rácio CET1, que mede a solvabilidade da instituição financeira, situou-se em 15,7% enquanto o rácio de liquidez se fixou em 48%.

Os empréstimos a clientes atingiram os 319.500 milhões de libras (369.981 milhões de euros), enquanto os depósitos se cifraram em 369.700 milhões de libras (428.116 milhões de euros), segundo o comunicado.

Estes são os últimos resultados que o RBS divulga com a administração liderada por Ross McEwan, que deixa o cargo de presidente executivo no dia 31 de outubro, sendo substituído por Alison Rose.

A administrador com o pelouro das Finanças do banco, Katie Murray, disse que o RBS, instituição que foi resgatada pelo Estado devido à crise creditícia que ocorreu há mais de 10 anos, publicou resultados "sólidos" numa "envolvente dura".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório