Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

CGA lança prova de vida automática para pensionistas no estrangeiro

A Caixa Geral de Aposentações (CGA) anunciou hoje que vai lançar em dezembro um projeto digital que irá permitir fazer, de forma automática, a prova de vida dos pensionistas que residem no estrangeiro, foi hoje anunciado.

CGA lança prova de vida automática para pensionistas no estrangeiro
Notícias ao Minuto

22:39 - 22/10/19 por Lusa

Economia Pensões

A medida, apresentada esta tarde em Lisboa por responsáveis da CGA, integra-se na estratégia para a transformação digital do organismo que paga por ano cerca de 640 mil pensões a ex-funcionários públicos.

Segundo explicou o diretor da CGA, Vasco Costa, as pensões são vitalícias e extinguem-se com o falecimento do beneficiário, pelo que existe a necessidade de obter informação sobre os óbitos dos beneficiários, nomeadamente no estrangeiro, para o organismo deixar então de pagar a respetiva pensão.

No estrangeiro, onde existem cerca de 11 mil pensionistas a receber pensão da CGA, a prova de vida é feita uma vez por ano, por via presencial, o que implica custos por parte dos serviços do Estado e do próprio pensionista, que têm de se deslocar para esse efeito.

"Fazer prova de vida uma vez por ano coloca um risco muito grande sobre a CGA", pois implica "um período longo a pagar uma pensão" a um beneficiário que pode já ter falecido, entretanto, afirmou o responsável.

"Basta que o falecimento ocorra no mês seguinte à prova de vida e estamos um ano a pagar pensão. Nalguns casos, são algumas dezenas de milhares de euros que nunca mais se recuperam", acrescentou Vasco Costa.

Segundo o diretor da CGA, em dezembro irá então arrancar um projeto piloto em Macau, onde residem cerca de dois mil pensionistas da CGA, que consiste na "prova de vida automática", que irá funcionar através de uma aplicação digital que permitirá fazer a prova de vida através de reconhecimento facial ou de voz.

A tecnologia "já está testada" e nesta primeira fase a adesão à medida é voluntária e quem aderir ficará dispensado de efetuar a prova presencial. O objetivo é alargar depois a medida a todos os países onde residem pensionistas da CGA, disse Vasco Costa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório