Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Portugal emite para a semana até 1.250 milhões em dívida a 10 e 15 anos

Portugal volta na próxima semana ao mercado para emitir até 1.250 milhões de euros em dois leilões de Obrigações do Tesouro a cerca de 10 e 15 anos, informou a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública.

Portugal emite para a semana até 1.250 milhões em dívida a 10 e 15 anos
Notícias ao Minuto

14:29 - 06/09/19 por Lusa

Economia Dívidas

"O IGCP, E.P.E. vai realizar no próximo dia 11 de setembro pelas 10:30 dois leilões das linhas de OT [Obrigações do Tesouro] com maturidade em junho de 2029 (OT 1,95% 15 junho 2029) e em abril de 2034 (OT 2,25% 18 abril 2034)", informou hoje a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Segundo a entidade liderada por Cristina Casalinho, os dois leilões têm um montante indicativo global entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.

No último leilão de OT a 10 anos comparável, em 10 de julho, Portugal colocou 753 milhões de euros em OT com maturidade em 15 de junho de 2029 (cerca de 10 anos) à taxa de juro de 0,510%, um novo mínimo de sempre, abaixo da registada em 12 de junho, 0,639%, anterior mínimo histórico.

A procura das OT a 10 anos cifrou-se em 1.188 milhões de euros, 1,58 vezes o montante colocado.

Já no último leilão de OT a 15 anos comparável, em 12 de junho, foram colocados 625 milhões de euros de títulos de dívida com maturidade em 18 de abril de 2034 (cerca de 15 anos) à taxa de juro de 1,052%, abaixo da do anterior leilão comparável de 08 de maio, em que foram colocados 450 milhões de euros à taxa de juro de 1,563%.

Nesta emissão a 15 anos, a procura ultrapassou em 1,63 vezes a oferta.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório