Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Tem um problema com um banco? Eis como reclamar

Uma das possibilidades é recorrer ao livro de reclamações eletrónico.

Tem um problema com um banco? Eis como reclamar

Se tem um problema com um banco e não sabe como o resolver, saiba que pode apresentar uma reclamação em vários locais, sejam eles presenciais ou online. 

"Qualquer pessoa singular ou coletiva, cliente de uma instituição de crédito ou sociedade financeira registada no Banco de Portugal, pode reclamar de procedimentos que considere inadequados ou lesivos dos seus interesses. Pode deixar queixa no livro de reclamações, de presença obrigatória em todos os balcões dos bancos", refere a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO). 

Mas não só. Com adesão do Banco de Portugal (BdP) ao Livro de Reclamações Eletrónico, agora também já pode apresentar a sua queixa através da Internet. 

"O Livro de Reclamações Eletrónico está disponível para o setor financeiro desde o dia 1 de julho. Para aceder à plataforma, não tem de fazer qualquer registo", esclarece ainda a associação. 

Tome nota dos passos para apresentar uma reclamação online?

  • Comece por reunir toda a documentação necessária, incluindo a identificação correta e completa da entidade reclamada;
  • Aceda ao livro de reclamações e escolha a opção 'Fazer Reclamação';
  • Introduza o seu e-mail e carregue na opção 'Submeter';
  • De seguida, receberá um e-mail com um link sobre o qual deve carregar. Lembre-se que só tem 60 minutos para fazê-lo (terminado este tempo, deixa de poder seguir com a reclamação e tem de voltar ao início);
  • Insira os dados pessoais (o número de identificação civil deve ser indicado com os dígitos de controle), a morada e o número de telefone. A introdução da morada onde o serviço foi prestado surge neste passo, mas é opcional;
  • Também pode optar por utilizar o serviço Autenticação.gov.pt ('Cartão do Cidadão/Chave Móvel Digital');
  • Identifique a entidade reclamada, bem como a instituição supervisora, que neste caso é o Banco de Portugal;
  • Seguidamente, insira os dados da reclamação. A descrição dos factos deve ser tão clara, completa e sucinta quanto possível, uma vez que uma mera imprecisão pode inviabilizar a análise. Neste passo pode juntar até três documentos, que apoiem a sua versão dos factos (por exemplo, se a reclamação versar sobre a cobrança de uma comissão que não conste do preçário, pode juntar-lhe a parte do extrato que comprove esse débito);
  • Depois de conferir todos os dados que inseriu, carregue na opção 'Submeter'.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório