Meteorologia

  • 19 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Tome nota: Quatro coisas que deve saber para começar o seu dia

Tome nota dos principais temas da Economia que marcam a agenda desta quinta-feira, dia 23 de maio.

Tome nota: Quatro coisas que deve saber para começar o seu dia
  • Banco de Portugal entrega lista de grandes devedores

O Banco de Portugal (BdP) tem até esta quinta-feira para enviar ao Parlamento a lista dos grandes devedores dos bancos que beneficiaram de ajudas públicas. A lei, publicada em fevereiro, deu ao banco central "100 dias corridos" para fazer um relatório "com a informação relevante relativa às instituições de crédito abrangidas em que, nos 12 anos anteriores à publicação da presente lei, se tenha verificado qualquer das situações de aplicação ou disponibilização de fundos públicos".

  • Já há acordo que pode por fim a conflito no porto de Setúbal

Estivadores e operadores portuários chegaram esta quinta-feira a um princípio de acordo que poderá colocar termo ao conflito laboral no porto de Setúbal, caso seja ratificado esta manhã em plenário de trabalhadores, disse à agência Lusa fonte sindical. A posição dos estivadores do porto de Setúbal deverá ser conhecida após a reunião plenária marcada para as 9h00 de hoje no porto de Setúbal.

  • Ligação entre o Barreiro e Lisboa condicionada 

Os mestres da Soflusa, empresa responsável pelas ligações fluviais entre Barreiro e Lisboa, iniciam hoje uma greve parcial, de três horas por turno, pela contratação de novos profissionais, que se prolonga até sexta-feira e implicará perturbações no serviço. Também hoje, os mestres da empresa começam uma greve às horas extraordinárias, que se deve prolongar até final do ano, devido à "falta de profissionais".

  • Turismo na Ilha da Berlenga com limites a partir de hoje

A ilha da Berlenga, ao largo de Peniche, passa a ter um limite diário de 550 visitantes em simultâneo a partir desta quinta-feira, de acordo com uma portaria publicada em Diário da República. O limite máximo de visitantes justifica-se pela existência de espécies e 'habitats' naturais "sensíveis" e a pequena dimensão terrestre do arquipélago, que obriga a haver condicionantes de segurança das pessoas e serviços de apoio em funcionamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório