Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Poupar para a reforma. Eis os princípios que devem ser seguidos

Poupar para a reforma deve ser encarado como um objetivo ao longo da vida ativa.

Poupar para a reforma. Eis os princípios que devem ser seguidos
Notícias ao Minuto

08:19 - 14/01/19 por Notícias ao Minuto 

Economia Dicas

Qualquer pessoa gostaria de garantir que vai ter uma reforma estável e, por isso, poupar para esse período da vida é um dos objetivos de muitas pessoas. Como o fazer? De acordo com o portal Todos Contam, o processo de poupar para a reforma deve ser encarado como um objetivo ao longo da vida ativa, devendo ser iniciado logo que se entre no mercado de trabalho. 

Ora, segundo o portal, que pertence ao Plano Nacional de Formação Financeira, não há um montante exato para esta poupança, já que varia consoante os rendimentos auferidos por determinado indivíduo. Por isso mesmo, apesar de ser um passo importante, o valor deve ser definido pela própria pessoa. 

"O que é importante é que se estipule um montante e se verifique regularmente se este se adapta ao objetivo definido", pode ler-se. 

Eis alguns princípios que devem ser seguidos quando se decide poupar para a reforma:

  • Quanto mais cedo se começar a poupar, melhor, mesmo que o montante seja pequeno;
  • O esforço de poupança deve ser regular. Não importa se a regularidade é mensal, trimestral ou anual, o relevante é que haja sempre uma parcela do rendimento destinada à poupança para a reforma;
  • As aplicações escolhidas devem ter em conta a idade;
  • Não se deve tocar na poupança acumulada para a reforma. Em períodos de maiores dificuldades pode existir a tentação de recorrer a esses montantes, mas tal deve ser evitado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório