Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Crescimento abrandou, mas Finanças dizem que 'crescemos' há 18 trimestres

Dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) apontam para um crescimento do PIB foi de 2,1% no terceiro trimestre.

Crescimento abrandou, mas Finanças dizem que 'crescemos' há 18 trimestres
Notícias ao Minuto

11:11 - 14/11/18 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Ministério

Em resposta aos números divulgados esta quarta-feira pelo INE, que deram conta de uma desaceleração do crescimento do PIB no terceiro trimestre para 2,1%, o Ministério das Finanças considera que apesar do abrandamento, Portugal mantém a trajetória de convergência com a União Europeia (UE), e que Portugal cresce há 18 trimestres consecutivos. 

"Este é o décimo oitavo trimestre consecutivo de crescimento da economia portuguesa. (...) Este é o caminho que garante maior resiliência da economia portuguesa e permite continuar a assegurar as funções do Estado de forma continuada", pode ler-se num comunicado do gabinete do Ministério das Finanças, ao qual o Notícias ao Minuto teve acesso. 

Em termos homólogos, a tutela destaca que o padrão foi "marcado por uma forte dinâmica de criação de emprego e de redução do desemprego", refere, salientando ainda "uma  aceleração ligeira do crescimento do investimento". 

Em causa está a estimativa rápida divulgada, esta quarta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que deu conta que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 2,1% em termos homólogos e de 0,3% em cadeia.

Nos três meses anteriores, a economia portuguesa tinha registado um crescimento de 0,5% em cadeia e de 2,3% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Também as estimativas dos analistas consultados pela agência Lusa eram mais otimistas, já que esperavam uma manutenção do ritmo de crescimento. 

Recorde-se que, para o conjunto do ano, as previsões do Governo - divulgadas no Programa de Estabilidade 2018-2022, apresentado em abril - apontam para um crescimento de 2,3%, em linha com as estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório