Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
36º
MIN 20º MÁX 37º

Do 'Super' Diogo ao fracasso. O que fizeram os 'emprestados' do FC Porto?

Seis jogadores do FC Porto (e um sétimo entretanto dispensado) foram cedidos às respetivas seleções para disputarem provas internacionais este verão. Entre Euro'2024 e Copa América, analisamos como correram as prestações destes 'emprestados'.

Do 'Super' Diogo ao fracasso. O que fizeram os 'emprestados' do FC Porto?
Notícias ao Minuto

07:31 - 11/07/24 por Rodrigo Querido

Desporto Análise

O FC Porto arrancou a pré-temporada no passado dia 1 de julho, mas Vítor Bruno ainda não conta com todos os jogadores à sua disposição. Seis elementos do plantel principal não se apresentaram no arranque dos trabalhos, precisamente por estarem ao serviço das respetivas seleções. Alguns já estão de férias, mas outros ainda lutam nas competições.

Diogo Costa, Francisco Conceição, Wendell, Pepê, Evanilson e Stephan Eustáquio são os jogadores que não contam ainda para Vítor Bruno. A estes junta-se Pepe, que entrou no Euro'2024 como jogador do FC Porto e que entretanto não viu o contrato renovado.

Comecemos pela prova que aconteceu na Alemanha. Diogo Costa, Pepe e Francisco Conceição deram nas vistas durante o Europeu deste verão, pese embora a seleção nacional se tenha ficado pelos quartos-de-final da competição após uma derrota com a França.

Diogo Costa foi uma das figuras do percurso de Portugal no Euro'2024. Na retina ficam as três grandes penalidades defendidas no duelo dos oitavos-de-final ante a Eslovénia, que valeu então a continuidade em prova, mas também a exibição em si nesta partida, com uma defesa soberba em cima do final do tempo de prolongamento. A este encontro juntam-se outra boas exibições em toda a competição. Despediu-se com cinco jogos disputados sempre na condição de titular e três golos sofridos.

Pepe, que entrou neste Europeu ainda como jogador do FC Porto, despediu-se da prova, e, muito provavelmente, da seleção, com um conjunto de prestações que valeram elogios um pouco por todo o mundo. Aos 41 anos, o jogador, agora livre de compromissos, surpreendeu por se apresentar num nível de forma muito elevado, sobretudo para alguém que terminou a temporada a recuperar de problemas físicos. Foi um dos melhores em campo no duelo ante a França e saiu do relvado em lágrimas. Fez quatro jogos na competição, tendo apenas sido poupado no encontro com a Geórgia.

O jovem Francisco Conceição não quis ficar atrás dos compatriotas e também se exibiu de forma positiva no Europeu. Aliás, é ao extremo do FC Porto que se devem a entrada com o pé direito no Euro'2024. Em cima do apito final do jogo contra a Chéquia, o 'espalha-brasas', como foi apelidado por Roberto Martínez, deu o melhor seguimento a um cruzamento de Pedro Neto e fez 'rebentar' a alegria portuguesa, poucos segundos após a sua entrada em campo. Fez quatro jogos na competição e somou uma titularidade contra a Geórgia.

Copa América não correu bem ao Brasil

Do outro lado do Oceano Atlântico, mais propriamente nos Estados Unidos da América, um quarteto portista foi chamado a participar na Copa América. Eustáquio ainda continua em prova, mas Wendell, Pepê e Evanilson já se encontram de férias.

O Brasil era considerado um dos candidatos à vitória final na competição, mas a verdade é que o escrete se despediu nos quartos-de-final contra o Uruguai. Pepê não foi utilizado em nenhum dos quatro duelos que o Brasil realizou na prova, ao passo que Evanilson atuou... três minutos contra o Uruguai.

Wendell teve um pouco mais de sorte que os compatriotas. Depois de não ter sido utilizado diante da Costa Rica, o esquerdino foi titular nos encontros com Paraguai e Colômbia. Ante os uruguaios, o lateral não saiu do banco. Despediu-se, por isso, com dois jogos e 176 minutos de utilização.

Ainda em prova encontra-se Stephen Eustáquio. Pedra fulcral na sua seleção, o médio foi titular em todos os cinco jogos que o Canadá realizou na Copa América. Na noite de quarta-feira, os canadianos perderam nas meias-finais contra a Argentina, mas ainda lutam pelo último lugar do pódio no duelo de atribuição do terceiro e quarto lugares. O camisola 6 do FC Porto pode, por isso, terminar a prova com uma medalha. Até ao momento, Eustáquio leva 432 minutos distribuídos pelos cinco encontros.

Deste sexteto que foi 'emprestado' às seleções, cinco já cumprem um período de férias. É esperado que se juntem aos trabalhos de pré-temporada do FC Porto, liderados por Vítor Bruno, no estágio a realizar na Áustria, que terá início no próximo dia 15 de julho. Stephan Eustáquio regressa mais tarde do que os restantes companheiros de equipa.

Leia Também: FC Porto goleia Chaves em jogo-treino no Olival

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório