Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
30º
MIN 19º MÁX 31º

Brasil em crise anulado pela Costa Rica na Copa América

O Brasil ficou-se na segunda-feira por um empate a zero face à Costa Rica, em encontro da primeira jornada da Grupo D da Copa América em futebol, disputado na Califórnia.

Brasil em crise anulado pela Costa Rica na Copa América
Notícias ao Minuto

07:09 - 25/06/24 por Lusa

Desporto Copa América

No SoFi Stadium, em Inglewood, na estreia do selecionador Dorival Júnior em jogos competitivos, os canarinhos somaram o quinto embate consecutivo sem ganhar em embates oficiais, depois do quarto, nas eliminatórias do Mundial2026, num jogo em que atacaram muito, mas quase sempre mal.

O jogo foi de sentido único, o da baliza da Costa Rica, equipa que não conseguiu efetuar um único remate nos 90 minutos, mas o Brasil mostrou que continua em crise, de resultados e identidade.

Apesar da fraca exibição, o Brasil teve várias ocasiões claras para marcar, faceta em que mostrou muita falta de inspiração, e também de confiança, tendo igualmente de ser atribuído mérito ao esquema defensivo montado pelo argentino Gustavo Alfaro e, em última instância, ao guarda-redes Patrick Sequeira.

Com os portistas Wendell, Pepê e Evanilson no banco, de onde não saíram, os brasileiros entraram a dominar e criaram rapidamente duas ocasiões, em remates de Raphinha, ex-jogador de Vitória e Sporting, aos sete minutos, e Rodrygo, aos 12.

O monólogo dos canarinhos continuou, mas o perigo só voltou aos 25 minutos, quando o guarda-redes Patrick Sequeira defendeu novo remate de Raphinha, isolado por Rodrygo, seguindo-se, aos 26, um cabeceamento ao lado de Paquetá.

Até ao intervalo, o Brasil pensou ter marcado aos 30 minutos, mas Marquinhos estava milimetricamente em fora de jogo, seguindo-se remates falhados de Paquetá e Rodrygo.

No início da segunda parte, Rodrygo voltou a ter ocasiões aos 47 e 60 minutos, mas não as soube aproveitar e, aos 63, o golo esteve ainda mais perto, num tiro de Paquetá ao poste esquerdo.

Pouco depois, começaram as substituições, com Alfaro a lançar, entre outros, o ex-leão Joel Campbell, e Dorival Júnior a apostar sucessivamente em Savinho, Endrick (em vez do inofensivo Vinicius Júnior) e Martinelli.

A melhor ocasião dos canarinhos acabou por ser um cabeceamento para a própria baliza de Haxzel Quirós, aos 72 minutos, que Sequeira defendeu a custo.

Arana, aos 79 minutos, Rodrygo, aos 87, Bruno Guimarães, com um remate a rasar o poste esquerdo, aos 90+1, e Paquetá, aos 90+3, desperdiçaram as últimas grandes oportunidades dos brasileiros, com os 'ticos' a resistirem até ao apito final.

Na segunda ronda, o Brasil vai defrontar o Paraguai, que se estreou com um desaire por 2-1 com a Colômbia, próxima adversária da Costa Rica.

Leia Também: Classe de James conduz Colômbia à vitória sobre Paraguai na Copa América

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório