Meteorologia

  • 16 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 26º

Centenas assistiram ao Portugal-República Checa em euforia no Porto

Centenas de pessoas juntaram-se hoje na baixa do Porto para assistir, num ecrã gigante, ao Portugal-República Checa, na estreia da seleção portuguesa no Campeonato da Europa de futebol, que decorre na Alemanha.

Centenas assistiram ao Portugal-República Checa em euforia no Porto
Notícias ao Minuto

23:05 - 18/06/24 por Lusa

Desporto Euro 2024

Em festa, já embalados na folia dos Santos populares e na esperança de relembrar os momentos únicos da conquista do Euro2016, foram muitos aqueles que saíram de casa para sentir o jogo de forma diferente, no meio da multidão.

Ainda com a temperatura amena, o termómetro chegou a aquecer bastante (de forma diferente) a cada remate dos craques portugueses à baliza checa durante a primeira parte.

Ricardo, o filho mais novo da família Meireles, recorda bem os jogos que foi assistir com os pais do Euro2016 para a Avenida dos Aliados. Lembra, com mágoa, a final. Na altura tinha sete anos e "muito menos 'pedalada' que agora".

"Fomos ver a final para a Avenida. Lá também tinha um ecrã gigante. Mas, na altura, era pequeno, e primeiro fiz uma birra enorme... Os meus pais já não me podiam aturar. E quando estavam quase a desistir e a ir embora, adormeci ao colo do meu pai. Pronto... Não era propriamente leve! Fomos mesmo. E não vimos o golo do Éder! Hoje não saio daqui", contou divertido.

Entretanto, a República Checa marcou, mas isso não serviu para esmorecer os ânimos. Até porque a festa ainda estava a começar.

Laurinda não sabia ao que ia quando saiu de casa. Foi à farmácia, à mercearia e no caminho parou para espreitar o que se passava. E foi golo de Portugal.

"Vou-lhe dizer que nem sabia que Portugal jogava. Mas cheguei lá no momento certo. Foi golo e fiquei para o resto da festa. Já não consegui sair dali. Eu sabia que íamos marcar mais um e que íamos ganhar. Que grande surpresa", disse Laurinda que, entretanto, já estava com um cachecol ao pescoço.

Aos 88 minutos, Diogo Jota marcou e a multidão voltou a ficar a êxtase, mas rapidamente acalmou quando o árbitro anulou o golo devido a posição irregular do jogador.

Mas o melhor estava mesmo reservado para o fim. E Francisco Conceição trouxe-o do banco. Já em tempo de descontos, o jogador do FC Porto apontou o golo da vitória portuguesa no primeiro jogo no Euro e a festa fez-se nas ruas do Porto com muita música, bebida, cor, palmas, cachecóis e palavras de incentivo à mistura.

Está dado o mote para o resto que está para vir.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório