Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

João Cancelo lamenta ausência do Euro'2020: "Foi injusto"

Defesa português fez a antevisão ao duelo diante da Chéquia.

João Cancelo lamenta ausência do Euro'2020: "Foi injusto"
Notícias ao Minuto

17:09 - 16/06/24 por Notícias ao Minuto

ao minuto Ao Minuto Desporto Seleção nacional

Depois de Vitinha e de Diogo Dalot, foi a vez de João Cancelo, na tarde deste domingo, falar aos jornalistas em conferência de imprensa para fazer o lançamento da estreia da seleção nacional no Euro'2024, a dois dias do jogo frente à Chéquia. 

O internacional português falou sobre a concorrência que tem nas laterais da equipas das quinas, dos favoritos à vitória final no Euro'2024 e também do ambiente que se vive no grupo.

Cancelo abordou ainda a ausência dos eleitos do Europeu de 2020, realizado em 2021, onde não esteve por ter testado positivo à Covid-19.

Confira, abaixo, o essencial das declarações do internacional português. 

Leia Também: "Portugal? Acho que os checos vão vender bastante caro os 90 minutos"

Termina a conferência de imprensa

Rodrigo Querido | há 3 semanas

João Cancelo termina de falar aos jornalistas. Segue-se o treino.

As respostas fortes de Alemanha e Espanha

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Temos de dar uma resposta forte. Tanto a Alemanha como a Espanha são dois dos favoritos a vencer esta competição. Acho que há mais três ou quatro. Queremos dar uma resposta boa e entrar com o pé direito. Sinto que temos equipa para o fazer. Sinto que temos uma grande positividade no grupo e que os treinos estão a correr muito bem. Estamos no caminho certo, mas só os resultados nos jogos o dirão. Espero que consigamos vencer o primeiro jogo."

Cristiano Ronaldo e o sexto Europeu

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"É fantástico. São 21 anos, porque ele começou em 2003. Não me lembro de nenhum jogador que tenha tido essa longevidade numa seleção. Nem sei se existe. É fruto do trabalho dele, do talento e de tudo o que conquistou até hoje. Está à frente da nossa equipa, é o nosso capitão. Estamos todos muito contentes por o termos aqui connosco."

Tem o nervosinho de concretizar o sonho de jogar num Europeu?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Claro, sempre tive esse sonho de jogar por Portugal num Europeu. Digo que foi injusto em 2020 porque fiz uma grande temporada, sinto que merecia estar nesse Europeu, mas a vida não o quis assim. Deus sabe o que faz o tempo todo e confio muito nele. Este pode ser o momento para me afirmar e mostrar que gosto de estar aqui. Por muitos clubes que eu passe, a seleção será sempre o ponto alto da minha carreira. Estou a representar a coisa mais importante que é a minha família, os meus amigos, com quem joguei na rua. Assim será seja num amigável ou não."

Ambiente no balneário

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"O ambiente aqui é fantástico, dos melhores em que já tive. É um grupo espetacular. Conseguimos dividir a veterania com os jovens. Todos nos respeitamos muito. É um grupo fantástico. Tenho aqui amigos que vou levar para a vida. Se era o caso nesse tempo do Figo e do Rui Costa [ambiente de picardias], aqui não é. Jogamos às cartas, vemos os jogos das outras seleções, porque também é importante sabermos como os outros jogam. O primeiro jogo é muito difícil. Vemos séries. Voltei a andar de bicicleta, uma coisa que não fazia há algum tempo... devagarinho [risos] E pronto, é isso."

O que Martínez tem de diferente em relação a outros técnicos que já teve?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Desde o primeiro dia que me fez sentir à vontade, tanto a nível desportivo como pessoal. Está muito próximo dos jogadores, tem muito boas ideias. Gosta de atacar, de um futebol ofensivo e atrativo e isso identifica-se comigo porque penso da mesma maneira. É mais fácil trabalhar assim para mim. Adapta-se ao meu futebol. Todos os meus colegas pensam assim. Esperamos também dar-lhe uma alegria porque tem feito a diferença desde o momento que chegou e tem-se adaptado rapidamente à equipa."

O que espera da Chéquia?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Espero uma Chéquia muito agressiva. São jogadores muito altos, com grande condição física. Vão dificultar-nos bastante quando tivemos a bola para tentar sair no contra-ataque. Temos de estar muito organizados na perda da bola e manter ao máximo a bola. Se possível, vamos tentar marcar um golo cedo para tranquilizar mais o nosso jogo. Acho que também é um pouco isso que nos falta."

Futuro indefinido gera ansiedade?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Criou uma certa incerteza nos seis dias em que estive de folga, mas a partir do dia em que estou aqui já esqueci esse tema. Estou 100% concentrado na seleção e em ajudar Portugal. Não pude estar no Euro'2020 e quero dar uma resposta agora por mim, pela minha família e pelos meus amigos que também gostavam de estar aqui. Vou pôr as cartas todas na mesa e dar o máximo de mim e tentar ajudar Portugal."

Prefere jogar numa linha com três defesas?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Acho que estou muito mais à vontade nesses sistemas. Sou um jogador que gosta de ter bola, que gosta de atacar, que já deu para perceber, e ter três centrais atrás, sem dúvida alguma que fico mais salvaguardado defensivamente."

Melhor geração do futebol português?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"É uma pergunta muito difícil... Acho que aqui há muita qualidade, mas as gerações anteriores, como a do Euro'2004... eu era miúdo e lembro-me perfeitamente da equipa, tinha jogadores fenomenais. É difícil responder. Essa equipa chegou à final do Europeu. Se conseguirmos esse feito e ganharmos, vamos ficar na história. E também temos a geração de 2016, que ganhou o Europeu e é a que ficou na história de Portugal. Esperemos que no futuro consigamos ficar também. Temos de ir passo a passo para também ficarmos na história. Peço desculpa, mas não sei responder-lhe a essa pergunta... [risos]."

Modelo da seleção desenhado para si?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"[Risos] Na verdade, a concorrência nas duas laterais é muito forte. Todos estão com uma forte ambição e determinação desde que o primeiro dia em que chegaram aqui. O sistema adequa-se ao meu futebol, mas também aos outros jogadores que jogam na minha posição. O Diogo, o Nélson e o Nuno também têm muita qualidade e jogam em grandes clubes. Qualquer um de nós pode fazer essa posição. Vamos dar o máximo para ajudar a seleção."

Entendimento com Rafael Leão

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Sim, fora de campo sim e dentro de campo também penso que sim. É fácil jogar com jogadores desta qualidade. Nos últimos anos o Rafael Leão tem mostrado que é um jogador de qualidade. O ano passado foi o melhor da liga italiana, este ano também fez uma grande temporada. Já o conheço há algum tempo. É mais ou menos da minha zona, então conheço-o bem. Mas também há outros jogadores com quem me entendo bem, como o João Félix. O que eu tento é facilitar o trabalho deles para que consigam exprimir ao máximo o seu futebol."

Jogar à direita ou esquerda? Onde prefere jogar?

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Número 10 não tenho qualidade para jogar aqui [risos], mas para mim torna-se indiferente jogar à direita ou à esquerda, é-me habitual fazer o corredor direito ou o esquerdo. Tento ajudar sempre a equipa com o meu futebol para atingir o objetivo final, que é ganhar."

Pontos fortes e francos da Chéquia

Rodrigo Querido | há 3 semanas

"Há pouco tempo jogámos com a Chéquia... São uma equipa muito física. Têm jogadores de qualidade. Ainda agora estava a ver o jogo dos Países Baixos com a Polónia... Este jogo mostrou que o Europeu não vai ser fácil, não há jogos fáceis. É entrar com garra e determinação para conseguimos ganhar o jogo desde o primeiro minuto."

Arranca a conferência de imprensa

Rodrigo Querido | há 3 semanas

João Cancelo foi o jogador escolhido para participar na conferência de imprensa.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório