Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 37º

Seleção da Dinamarca recusa aumento para manter igualdade de género

A seleção masculina de futebol da Dinamarca recusou hoje um aumento salarial e uma redução de 15% na cobertura do seguro para garantir igualdade de condições laborais com a seleção feminina.

Seleção da Dinamarca recusa aumento para manter igualdade de género
Notícias ao Minuto

19:24 - 14/06/24 por Lusa

Desporto Euro 2024

O novo acordo entre a federação e a seleção entra em efeito após o Euro2024, na Alemanha, e durará até 2028, com os internacionais masculinos e femininos a receberem o mesmo por representarem o seu país.

O novo acordo não contempla um aumento salarial para os homens, que aceitaram reduzir em 15% a cobertura do seguro para que a das mulheres suba em 50%.

"É um passo extraordinário para ajudar a melhorar as condições das seleções femininas", declarou o diretor do sindicato de jogadores dinamarquês, Michael Sahl Hansen, citado em comunicado da FIFPro.

Segundo a mesma fonte, entre os signatários masculinos estão nomes como Christian Eriksen, Pierre-Emile Hojbjerg ou Simon Kjaer, figuras de proa do futebol da Dinamarca, que quiseram "assumir a responsabilidade" e "dar melhores oportunidades e condições às outras seleções".

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório