Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 37º

"Melhor geração de sempre? É difícil encontrar algo igual..."

Médio português admite haver "muita quantidade e muita qualidade" na seleção que vai estar no Euro'2024.

"Melhor geração de sempre? É difícil encontrar algo igual..."
Notícias ao Minuto

10:56 - 14/06/24 por Notícias ao Minuto

ao minuto Ao Minuto Desporto Vitinha

Um dia após a chegada à Alemanha, Vitinha, jogador da seleção nacional, marcou presença, esta sexta-feira, em conferência de imprensa para falar aos jornalistas e lançar a participação de Portugal no Euro'2024. 

Confira, abaixo, o essencial das palavras do médio português do PSG, que admitiu que se trata de um grupo muito forte de jogadores, mas lembrando que é preciso pensar jogo a jogo e que não se pode pensar já na final do Europeu. 

Fim de cobertura

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

Termina aqui a conferência de imprensa de Vitinha. A seleção irá treinar, mais logo, a partir das 17h00. 

Estatuto na seleção após o estágio

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Obviamente que não jogue, vai ficar triste e desiludido. Mas o coletivo vem sempre primeiro e muitas vezes temos de engolir as nossas mágoas e desilusões para o bem do grupo. Espero que não seja esse o caso. Espero começar e ajudar a equipa. Sinto-me importante neste grupo." 

Recordações do Mundial'2006

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Era muito novo, tinha seis anos, portanto não me lembro de quase nada. Mas, sim, o Cristiano já disse que cá esteve e contou como eram as coisas naquela altura. É importante ficar num sítio que já foi importante para a seleção nacional. Que seja o quartel general que nos ajude a preparar os nossos jogadores." 

Papel de Cristiano Ronaldo

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Como já falei, o Cristiano é inacreditável o reconhecimento que tem em todo o mundo. Percebemos o porquê, pela carreira que teve e pelo que continua a fazer. Esperamos que possa ser uma grande ajuda e nós estamos aqui para o ajudar em todo. Para que juntos, possamos ganhar." 

Evolução no PSG. O que mudou?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Sem falar muito do clube, acho que é contexto. Toda a equipa jogou de forma diferente, os jogadores mudaram, o treinador também era outro. O contexto era mais favorável para mim e depois foi mérito meu aproveitar as oportunidades que me foram dadas. Fui crescendo à medida que a época foi progredindo." 

Treino aberto gera muita procura

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Acho que o mais importante é reforçar o quanto as pessoas querem ver o treino e estar connosco. Nós recebemos esse apoio de braços abertos e agradecemos, porque faz a diferença. A verdade é que o Cristiano tem uma grande influência nisso. Mesmo nas receções, sentimos a importância que ele tem em todo o mundo. Para mim é um privilégio poder partilhar momentos dentro e fora de campo". 

Vários jogadores em grande momento de forma

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Acho que nos podemos agarrar muito isso. Não deixa de ser um jogo coletivo, mas é importante o momento individual de cada um. Se isso dar-nos mais confiança, estamos sempre prontos. Espero que o momento de cada um ajude ao coletivo."

Chéquia acarreta dificuldade adicional

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"O jogo mais importante é o próximo, ainda para mais sendo o primeiro. É importante mostrar ao que viemos e o quanto queremos ganhar e marcar presença neste Europeu. Pode ter uma importância acrescida por ser a primeira demonstração no Europeu. Em termos de cada equipa, não vou estar a falar até porque o nosso foco é só na Chéquia."

Configuração do meio-campo

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Acho que é importante ressalvar que temos muita quantidade e qualidade e isso não acontece muitas vezes. Estamos numa seleção onde temos tudo. Tivemos três jogos de preparação e houve três meios-campos diferentes que deram boa resposta. Cabe ao míster decidir."

Já têm alcunha para a seleção?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Eu faço como o míster e deixo para os adeptos. Não falámos entre nós. Foi um repto para os portugueses. Deixo isso para os adeptos."

Quem gostava de ter ao seu lado no meio-campo?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Obviamente não vou responder (risos). Quero jogar e se o tivesse a esconder, não seria bom. Todos os jogadores que estão aqui querem jogar e ajudar a seleção. Não sou exceção. Quero ajudar a equipa e vou estar preparado para qualquer um dos casos, jogando ou não. Não importa com quem."

Em 2016 estava no Padroense

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Era um Vitinha muito jovem. Era sub-16, porque sou de 2000, mas sim lembro-me de ver o jogo em casa com a minha família. Havia muita tensão e de ser difícil de ver o jogo até ao fim. Estava um jogo tenso e importante para toda a gente, mas no final fizemos a festa. Foi incrível. Nós, jogadores, sabermos que temos o poder de dar essa alegria uma vez mais... Se já havia vontade e ambição, poder dar essa felicidade aos portugueses, às nossas famílias e amigos, como em 2016, acho que rebenta a escala em termos de vontade." 

Evolução no PSG e pico de forma

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Posso confidenciar, essa notícia a minha mãe mandou-me e perguntou-me se eu tinha dito que queria desistir do futebol. Não me recordo e depois ouvi que tinha sido um treinador a dizer que eu tinha falado com ele. Não me recordo disso. Não estou a dizer que não aconteceu. Estou a dizer que não me recordo, portanto é possível que tenha acontecido." 

"Acho que chego no meu melhor momento da carreira a fazer jogos importantes na maior competição de clubes e a ganhar a Liga francesa. Não sei se será o melhor momento da carreira, porque ainda pode melhorar, mas até agora, sim, tem sido o melhor momento". 

Lugar no melhor onze da Champions

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Foi uma distinção muito importante para mim. Em termos individuais, é sempre bom receber este tipo de distinção. Recebia com todo o gosto. Foi algo importante na minha carreira, mas não estamos aqui a falar do individual, mas sim da seleção e do coletivo e da forma como vamos preparar o próximo jogo, contra a Chéquia." 

"Tudo o que fiz a nível de clubes, e o que dei no PSG, espero fazer o mesmo aqui. Já sabem a minha forma de jogar, o que posso dar à equipa. Sempre que for chamado à ação, é isso que vou fazer."

Época no PSG e o desgaste acumulado

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Foi, de facto, uma época brutal para mim. Uma época muito boa a nível pessoal e coletivo. Não havia melhor forma de chegar a este Europeu. Sinto-me motivado, preparado e ansioso por começar a ver a bola a correr e participar no meu primeiro Europeu. Espero ser importante e ajudar a seleção."

Pressão de ser favorito

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Passa tudo por isto. Gerir bem as expectativas. Sabemos que vão estar bem altas fora do grupo, entre imprensa e adeptos, vão estar muito altas, o que é normal, pela qualidade que temos. Mas nós temos de ter bem presente o nosso valor e o que temos de fazer. E não pensar demasiado no futuro. Se pensarmos nos próximo jogo, estaremos mais próximos. A chave é gerirmos expectativas." 

Seleção mais forte de sempre?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"É importante reforçar que temos uma grande seleção com grandes jogadores a jogar em grandes clubes. É difícil de lembrar quando existiu algo igual. Mas a verdade é que as grandes seleções provam-se em campo, não na teoria. É isso que temos de fazer neste Europeu. Para reforçar essa ideia, é importante mostrarmos dentro de campo. É importante gerir bem as expectativas, que sabemos que são altas, mas temos bem presente na cabeça o que temos de fazer."

Portugal pode repetir trajeto de 2016?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Espero bem que sim. Não estamos aqui para fazer futurologia. Mas vamos fazer de tudo para lá estar. Não convém pensar já no fim, mas sim no presente e no primeiro jogo e no futuro próximo. O futuro próximo é o jogo com a Chéquia. É nisso que nos vamos concentrar nestes três, quatro dias."

Euforia na chegada da seleção nacional à Alemanha e o caso de 2006

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

"Realmente é de agradecer e de elogiar esta receção. Tanto no aeroporto,  no caminho para cá e na receção no hotel. Foi inacreditável. As pessoas gravavam para dentro do autocarro, nós gravávamos para fora. Estava brutal. Foi importante aqui no Mundial da Alemanha, em 2016, em França. Esta receção foi incrível. Agradecemos o apoio, mas da nossa parte é melhor começar a focar completamente no Euro, porque faltam poucos dias. Mas sim, é muito importante este apoio."

Aí está Vitinha

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

O médio português do PSG entra na sala de imprensa e vai responder ás questões dos jornalistas. 

Início de cobertura

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

Vitinha chegará à sala de imprensa dentro de cinco minutos. 

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório