Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Rui Borges promete "ambição e vontade de trabalhar" no Vitória SC

O novo treinador do Vitória SC, Rui Borges, prometeu hoje "muita ambição e vontade de trabalhar" no clube da I Liga portuguesa de futebol, com dimensão para valorizar uma equipa técnica prestes a estrear-se nas competições europeias.

Rui Borges promete "ambição e vontade de trabalhar" no Vitória SC
Notícias ao Minuto

17:18 - 28/05/24 por Lusa

Desporto I Liga

Oficializado com contrato até junho de 2026, o técnico natural de Mirandela assumiu ser "uma honra e um orgulho enorme" representar "um clube tão grande" e realçou que "o trabalho e a competência" devem ser as bases para uma caminhada que oficialmente arranca em 25 de julho, com a segunda pré-eliminatória da Liga Conferência Europa, algo novo na sua carreira.

"Sairemos duplamente valorizados desta época, tanto pela dimensão do Vitória SC, como por podermos participar numa competição europeia. Só temos de acreditar no nosso trabalho, desfrutando bem das oportunidades que temos pela frente. Temos muita ambição e muita vontade de trabalhar. Este momento é indescritível", realçou o técnico de 42 anos, em declarações aos meios do clube vitoriano.

Pronto para continuar a trabalhar no concelho de Guimarães, depois de uma época de estreia na I Liga, em que conduziu o Moreirense ao sexto lugar e ao recorde de 55 pontos, Rui Borges lembrou que as suas equipas são sempre "competitivas, intensas e organizadas" desde que iniciou a carreira de treinador, no Mirandela, na época 2017/18.

Apesar de ter de considerar a "componente tática" à partida para cada jogo, o 'timoneiro' prometeu ainda um Vitória a dar "uma imagem de competitividade", de "um clube que nunca se cansa de conquistar e de ganhar", e confessou estar "ansioso pelo primeiro dia de trabalho".

Habituado a estabelecer objetivos "todos os dias, todas as semanas e até mensalmente", Rui Borges disse ainda ser "um treinador muito positivo", pronto "a 'puxar' pelo grupo" e a lutar para "ganhar sempre, jogo a jogo", num clube com "exigência sempre elevada", a seu ver diferente de outros emblemas, face ao acompanhamento dos adeptos.

"Toda a grandeza do Vitória SC me encanta. O meu pai [Mário Borges] jogou futebol, eu também fui jogador de futebol e sempre ouvi falar da grandeza deste clube. Essa grandeza tem muito a ver com a exigência dos seus adeptos. São diferentes dos outros e essa exigência tem de ser diária. Quem está de fora tem sempre o sonho de representar o Vitória SC. Felizmente, estamos cá", reiterou.

Com a mudança para o Vitória, Rui Borges vai treinar o sétimo clube da carreira, após passagens pelo Mirandela (2017/18 e 2018/19), Académico de Viseu (2018/19 e 2019/20), Académica (2020/21 e 2021/22), Nacional (2021/22), Mafra (2022/23) e Moreirense (2023/24).

Leia Também: Oficial: Rui Borges assume comando técnico do Vitória SC

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório