Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 23º

Primeiro jogador assumidamente gay pede mais à Premier League: "Nojento"

Josh Cavallo lamenta que Ahmedhodzic tenha recusado usar a braçadeira de apoio à causa LGBTQIA+.

Primeiro jogador assumidamente gay pede mais à Premier League: "Nojento"

Josh Cavallo, o primeiro jogador profissional de futebol a declarar, publicamente, a homossexualidade, concedeu uma extensa entrevista à edição desta quarta-feira do jornal britânico Mirror, na qual defendeu que a Premier League deveria fazer mais pela causa LGBTQIA+.

Confrontado com a posição assumida pelo capitão do Sheffield United, o internacional bósnio Anel Ahmedhodzic, que, no final do passado ano de 2023, recusou usar a braçadeira com as cores do arco-íris, o jogador de 24 anos de idade, que atua ao serviço do Adelaide United, não escondeu a desilusão.

"É dececionante. Aquilo que lhes diria é que poderia o vosso irmão. Poderia ser a vossa mãe, pai ou irmão que estivesse a passar por isto. Vê-los a descartar isto é, basicamente, dizer que não estão incluídos ou não são aceites", começou por afirmar.

"Por isso, é bastante doloroso. Eles não se apercebem do impacto que pode ter na comunidade LGBT+. Parte-me o coração sempre que vejo algo assim. Não está correto. Se és jogador de futebol, tens certas responsabilidades", prosseguiu.

"Há certas coisas que não podes dizer em capo, porque vais ser expulso. Há coisas que não podes fazer em público, enquanto atleta profissional. Por isso, para mim, fazer isso é nojento. É dizer que não gostas de te associar com um certo grupo de pessoas", rematou.

Leia Também: Primeiro futebolista assumidamente gay faz pedido de casamento em campo

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório