Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Gyo, quantos 'Keres'? Portugal 'ruge à leão' em Guimarães com goleada

A 'Seleção das quinas' jogou um encontro de preparação para o Euro'2024, nesta quinta-feira. Acabou em goleada para o lado português, com Gyokeres ainda a marcar um golo para a Suécia.

Gyo, quantos 'Keres'? Portugal 'ruge à leão' em Guimarães com goleada
Notícias ao Minuto

21:36 - 21/03/24 por David Silva

Desporto Particular

Portugal venceu com distinção a Suécia, nesta quinta-feira, por 5-2, com uma primeira parte de eleição (estava 3-0 ao intervalo). Os golos tiveram ex-jogadores do Sporting como denominador comum - Rafael Leão, a figura do jogo, Matheus Nunes,  Bruno Fernandes e Bruma marcaram, com a exceção a esta regra a ser o tento de Gonçalo Ramos. Viktor Gyokeres, sensação do Sporting, ainda picou o ponto.

A primeira parte foi de domínio português. Num 4-2-3-1, equilibrado e bastante simétrico, Roberto Martínez pôs Gonçalo Ramos a liderar o ataque com Rafael Leão, Bruno Fernandes e Bernardo Silva na linha anterior. João Palhinha e Matheus Nunes no meio-campo, Nuno Mendes, Pepe, Rúben Dias e Nélson Semedo à frente de Rui Patrício.

Rafael Leão dava o exemplo no corredor esquerdo

Num Estádio D. Afonso Henriques ‘a abarrotar’, foi a Suécia que causou calafrios primeiro. Logo aos dois minutos de jogo, Rui Patricio desviou a bola para o lado com belos reflexos. Isak, do Newcastle, ganha a bola e arranca pela direita, cruza e um corte de Rúben Dias ia dando em auto-golo. Os suecos destacavam-se pela alta intensidade da pressão, junto aos homens portugueses.

Do outro lado, o perigo luso era criado especialmente no corredor esquerdo, com a projeção de Nuno Mendes e Rafael Leão. A primeira defesa apertada de Olsen surgiu numa arrancada de Rafael Leão que, com a baliza em vista, escolheu passar. Surgiu um remate forte de Matheus Nunes, a chegar no tempo certo, para defesa do sueco.

Rafael Leão confirmou os créditos de melhor da noite, até este momento, com um belo golo. Numa bela jogada de envolvimento, Ramos fez de pivô para Bernardo Silva, que atirou ao poste num remate em jeito. A bola sobrou para Leão, que rematou ainda melhor e mais forte. O guarda-redes foi apanhado em contra-pé, sem hipótese de defesa.

Pouco depois, surgiu o segundo golo português. Matheus Nunes arranjou espaço no corredor central, arrancou e rematou certeiro à entrada da área. Lindelof, ex-Benfica, deu espaço a Matheus Nunes, na contenção, e o médio do City aceitou o convite para arriscar.

A Suécia mudou de postura depois do segundo golo, não pressionando tão ativamente. Mesmo assim, acabou a sofrer o terceiro ainda antes do intervalo. Desta feita, o golo veio do corredor direito, com uma boa arrancada de Nélson Semedo a terminar num passe rasteiro para a pequena área, onde estava Bruno Fernandes sozinho. Três golos, os três com passado em Alvalade como denominador comum.

Segunda parte de domínio, mas com desatenções na defesa

Toti Gomes, Bruma e António Silva entraram para a segunda parte, sem mudar a estrutura tática. A Suécia entrou melhor na segunda parte, a conseguir ditar melhor o ritmo com a bola e a ameaçar a baliza de Rui Patrício. 

Bruma, extremo em evidência no Sp. Braga esta temporada, ainda foi feliz com um golo perto da hora de jogo. Perda de bola de ‘palmatória’ da Suécia e Bruno Fernandes entrega o golo de bandeja, de baliza aberta. Só que a Suécia ‘não atirou a toalha’ ao chão e ainda fez aquele que parecia o ‘golo de honra’. Por quem? Viktor Gyokeres, está claro, a encostar praticamente em cima da linha de baliza.

Mas não ficamos por aí. Para ‘variar’, um golo de Portugal construído inteiramente por ex-benfiquistas. António Silva descobriu bem Nélson Semedo, que cruzou ao segundo poste para Gonçalo Ramos, com bom sentido posicional. O avançado Gustaf Nilsson, que já tinha ameaçado de calcanhar, fechou o marcador de cabeça na última jogada do encontro. 5-2 num jogo em que o marcador não tinha descanso.

Até final, nota para estreia de Jota Silva, em terreno que bem conhece, já depois dos 60 minutos. Teve oportunidades para marcar, mas não foi feliz. No mesmo momento, entrou João Neves. Também a Suécia ia promovendo alterações, neste jogo de preparação. A vitória não escapou e, claramente, Roberto Martínez podia ficar satisfeito com a qualidade de jogo apresentada, neste que é o momento ideal para experiências.

Onzes

Portugal: Rui Patrício, Nélson Semedo, Pepe, Rúben Dias, Nuno Mendes; Palhinha, Matheus Nunes, Bruno Fernandes, Rafael Leão, Bernardo Silva, Gonçalo Ramos.

Suécia: Robin Olsen, Emil Holm, Isak Hien, Lindelof, Augustinsson, Svanberg e Cajuste, Kulusevski, Isak, Elanga, Gyokeres. 

Antevisão

Ponto alto da pausa para seleções. Portugal joga com a Suécia nesta quinta-feira, em Guimarães, no emblemático estádio D. Afonso Henriques. A seleção das quinas defronta um adversário que ficou de fora do Europeu 2024, mas contém jogadores de muito valor - com Viktor Gyokeres à cabeça. 

O avançado sueco do Sporting soma 36 golos e 13 assistências nesta temporada. Em Gondomar, Gyokeres foi aclamado pelos adeptos, nomeadamente pelas crianças. Será a maior preocupação para Roberto Martínez. 

Portugal soma apenas vitórias ao comando do espanhol, durante a fase de apuramento. Nesta época de preparação, quererá limar arestas antes do Europeu. Acompanhe o jogo, em direto, a partir das 19h45, com o Desporto ao Minuto.

Leia Também: Haaland revela 'ameaça' de Guardiola: "Se não voltarem frescos..."

Leia Também: Atenção, Sporting. Morita titular em mais uma vitória do Japão

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório