Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Clubes da II Liga preocupados com situação política junto de Proença

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, reuniu hoje com os clubes da II Liga, na sede do organismo, no Porto, onde estes manifestaram diversas preocupações, entre as quais a mudança de ciclo político.

Clubes da II Liga preocupados com situação política junto de Proença
Notícias ao Minuto

22:43 - 26/02/24 por Lusa

Desporto II Liga

Em declarações aos jornalistas após o encontro, Helena Pires, diretora executiva da LPFP, reforçou a necessidade de que a solução governativa resultante das eleições legislativas, em 10 de março, esteja em sintonia com os interesses dos clubes profissionais, e, por inerência, com os conjuntos do segundo escalão, nomeadamente na questão dos custos de contexto.

"Neste momento, é fundamental que haja uma perfeita articulação entre os interesses do futebol profissional com o poder político e também o novo ciclo que se avizinha. Portanto, é fundamental haver aqui uma agregação e uma defesa dos interesses comuns, algo que os presidentes dos clubes da II Liga deixaram aqui bem vincado", afirmou a dirigente.

Na reunião já habitual, que serve também de balanço à primeira volta da época desportiva em curso, a melhoria significativa nos números de espetadores face ao ano transato ("incremento de 89 por cento do número de adeptos presentes nos jogos da II Liga até à 21.ª jornada, num total de 344.132"), na sequência da campanha 'O Futebol És Tu', foi tema de destaque, ainda que possa não ter sido uma novidade para os clubes envolvidos.

"Eu penso que os clubes já estavam a contar com isso. Felizmente, já sabiam, porque estão muito integrados. É a grande vantagem da II Liga, neste momento. Há um grande espírito de agregação e de união. Ainda não estamos satisfeitos. Fizemos aqui um ponto de situação daquilo que era o final da primeira volta. Mas queremos mais, é fundamental estarem por dentro das suas expectativas e fazerem parte da solução", ressalvou Helena Pires.

A digitalização da bilhética, que "visa envolver os clubes numa plataforma uniformizada e simplificada de acesso generalizado a todos os adeptos", foi outro dos tópicos do evento, com os emblemas a mostrarem comprometimento com a causa, como explicou, em jeito de resumo dos vários pontos da ordem de trabalhos.

"Falámos em alguns temas, como a bilhética digitalizada, que traz os adeptos até nós, no âmbito da nossa campanha 'O futebol és tu'. Partilhámos os números das assistências que temos tido nos estádios, que são muito bons face ao período homólogo da época passada. E, depois, os clubes aproveitaram também para demonstrar alguma preocupação em relação ao período que se avizinha, nomeadamente as eleições de 10 de março e o ciclo de alterações que se prevê para o futebol", sintetizou Helena Pires.

Relativamente ao processo de centralização dos direitos televisivos, a diretora executiva revelou que os conjuntos se mostram expectantes, mas sublinhou a vontade de todos no cumprimento das datas previstas em decreto.

"Os clubes estão na expectativa, mas temos um decreto que nos dá datas. Os clubes estão com a LPFP a cumprir essas datas, é nesse sentido que estamos todos a trabalhar para garantir que, em 2026 e 2028, os prazos são cumpridos e conseguimos a tão desejada centralização dos direitos audiovisuais", explicou.

O encontro decorreu na tarde de hoje e contou com a presença de presidentes e representantes de todos os 18 clubes da II Liga de futebol.

Leia Também: Zalazar fechou goleada do Sp. Braga e Boavista ficou a reclamar falta

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório