Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 13º MÁX 24º

As notas do Toulouse-Benfica: Trubin evitou a queda na Europa

Guardião ucraniano continua a provar ser peça decisiva nas águias.

As notas do Toulouse-Benfica: Trubin evitou a queda na Europa
Notícias ao Minuto

08:00 - 23/02/24 por Francisco Amaral Santos

Desporto Análise

O Benfica conseguiu um lugar nos oitavos de final da Liga Europa após uma sofrível exibição na visita ao Toulouse, que terminou num empate (0-0) sem golos. As águias contaram com o jogo da 1.ª mão, na Luz, onde venceram (2-1), para conseguirem seguir em frente na segunda prova de clubes da UEFA, sendo que a sorte também desempenhou um papel importante.

Afinal de contas, e tendo em conta a totalidade da eliminatória, o Benfica esteve muito longe de ser superior ao Toulouse, que, diga-se, também teve mais coração do que cabeça. 

As águias acabaram por ser mais eficazes ao cabo dos dois jogos e seguem em frente nas competições europeias. O próximo adversário será conhecido já nas próximas horas. 

Vamos aos protagonistas. 

A figura

Trubin continua a ser sinónimo de segurança na baliza encarnada. O guardião ucraniano voltou a ser crucial no sucesso do Benfica, assinando um par de intervenções importantes que foram evitando o pior em Toulouse. 

A cada jogo que passa, Trubin parece cada vez mais confiante e rapidamente fez dissipar as dúvidas que o rodeavam no início da temporada. 

A surpresa 

João Neves atravessa uma fase complicada a nível pessoal, mas dentro de campo mostrou ter a personalidade de um jogador com muitos anos de carreira. Pese embora tenha estado menos interventivo do que o habitual na hora de organizar o ataque, Neves foi dos poucos que nunca perdeu a noção de que era preciso fazer mais para sair do sufoco francês. Não parou um segundo. 

A desilusão 

Morato assinou uma exibição para esquecer. O jogador brasileiro voltou a ser utilizado como defesa esquerdo, mas revelou-se pouco inspirado a atacar... e a defender. Sem surpresas acabou por sair ao intervalo, dando o lugar a Álvaro Carreras. 

Os treinadores

Carles Martínez

O treinador do Toulouse havia prometido que a equipa iria dar tudo, mas esse tudo acabou por ser... insuficiente. É certo que o conjunto francês esteve sempre mais perto do golo, mas a falta de pontaria foi gritante. 

Roger Schmidt 

O treinador do Benfica decidiu arriscar um pouco mais do que o habitual, alinhando com David Neres e Di María no mesmo onze, mas a equipa esteve longe de estar inspirada. Tentou agitar ao intervalo, mas também sem efeitos práticos. Exibição para refletir. 

O árbitro 

Maurizio Mariani foi conseguindo gerir o jogo sem grandes casos e quase sempre decidiu bem. Nada a apontar. 

Leia Também: De luto, João Neves não conteve as lágrimas após o Toulouse-Benfica

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório