Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Portugal em grupo com "três candidatos ao título mundial"

A seleção portuguesa de futebol de praia está num grupo com "três candidatos ao título mundial", é esta a convicção do selecionador Mário Narciso, depois de destacar a qualidade do Brasil e de Omã.

Portugal em grupo com "três candidatos ao título mundial"
Notícias ao Minuto

09:42 - 13/02/24 por Lusa

Desporto Futebol de praia

Em entrevista à agência Lusa, a partir de Omã, onde a seleção ultimou a preparação, antes de seguir viagem para o Dubai, o selecionador nacional avaliou os adversários e garantiu ter uma equipa atenta, para evitar uma eliminação prematura.

"O Brasil tem jogadores que dá para fazer 50 seleções. Uma equipa muito boa, tanto no aspeto técnico, como no tático", começou por dizer o treinador, lembrando a qualidade histórica do país sul-americano, com imensos jogadores de elevada qualidade técnica.

Para treinador, os brasileiros, recordistas de títulos mundiais, com 14, assumem-se naturalmente como candidatos e como a seleção "capaz de criar maiores dificuldades" a Portugal, com as duas equipas a defrontarem-se na segunda jornada.

Em relação a Omã, adversário a encontrar na última ronda, Mário Narciso espera um jogo mais físico, embora garanta que também têm jogadores valiosos: "É uma equipa muito forte. Aliás, nós sabemos bem, porque já tivemos confrontos com eles".

Para o selecionador é aqui que está a 'chave' do apuramento, a decidir na última jornada.

"Acho que vai ser a última jornada que vai decidir, à partida, o segundo país que vai seguir em frente, porque um deles será o Brasil, com certeza", vaticinou o treinador.

Ainda assim, Mário Narciso não descarta as possibilidades de Portugal diante dos 'canarinhos', lembrando que são sempre jogos muito 'apertados', embora a seleção nacional não vença o Brasil desde 2011.

"Temos sempre uma palavra a dizer, os nossos jogos com o Brasil também são sempre muito apertados. Mas penso que é o principal candidato", reiterou.

Na competição, que decorrerá entre quinta-feira e 25 de fevereiro, no Dubai, Portugal estreia-se com o México, na sexta-feira, e é fundamental começar bem, para evitar riscos.

"Costuma dizer-se que candeia que vai à frente alumia duas vezes. Queremos começar bem. E aqui acho que isso se aplica. Até porque se começarmos mal as coisas não vão correr bem de certeza absoluta", justificou.

Depois do México, um adversário menos conhecido e que a seleção não defronta desde 2018, segue-se o Brasil, no domingo, e Omã, no dia 20, numa ordem de jogos que "agrada" ao selecionador.

Aos favoritos que possam sair do Grupo D, entre Portugal, Brasil e Omã, Mário Narciso ainda acrescenta Espanha, Itália e Bielorrússia como candidatos ao título mundial.

"Incluo a Espanha, a Itália, inclusive a Bielorrússia, que tem uma excelente formação. Na minha opinião, vai ser entre estas seleções que vai sair o campeão do mundo, embora possa existir sempre um 'outsider'", analisou.

No Mundial de futebol de praia, os dois primeiros classificados de cada grupo apuram-se para os quartos de final, agendados para 22 de fevereiro, sendo que a 'poule' de Portugal cruza-se com o Grupo C, composto por Senegal, Bielorrússia, Colômbia e Japão.

Portugal é tricampeão do mundo (2001, 2015 e 2019), mas na última edição da prova, na Rússia, não passou a fase de grupos.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório