Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Notas do Sporting-Sp. Braga: 'Furacão Trincão' deu início ao vendaval

Extremo português ficou diretamente ligado aos primeiros três golos da tarde em Alvalade.

Notas do Sporting-Sp. Braga: 'Furacão Trincão' deu início ao vendaval
Notícias ao Minuto

07:52 - 12/02/24 por Francisco Amaral Santos

Desporto Análise

O Sporting vingou-se do Sp. Braga à boleia de uma goleada (5-0) na tarde de domingo em Alvalade. Menos de um mês depois da meia-final da Taça da Liga em Leiria, os leões foram da escassez à fartura e 'esmagaram' os minhotos que, diga-se, apenas a partir da hora de jogo é que disseram: 'presente'.

Francisco Trincão deu início ao vendaval de golos que invadiu Alvalade com um golo logo aos nove minutos. Seguiram-se, então, os tentos de Eduardo Quaresma (18'), do suspeito do costume (leia-se, Gyokeres) (71'), Daniel Bragança (73') e Nuno Santos (85'), numa tarde em que a falta de inspiração do Braga foi notória com um dado arrebatador: apenas um remate enquadrado ao cabo dos 90 minutos. 

Os leões confirmaram, também, que Alvalade é palco sagrado, com 11 vitórias em outros tantos jogos disputados esta temporada para o campeonato. 

Vamos aos protagonistas. 

A figura

Em pleno Carvanal, Trincão vestiu o fato de furacão para espalhar o terror na defesa do Sp. Braga. Marcou o primeiro golo, após um erro colossal de Victor Gómez, participou na jogada do segundo e assistiu para o terceiro da tarde, apontado por Gyokeres. 

A exibição de Trincão não se resumiu apenas a estes três golos. O extremo português esteve sempre ligado à ficha e causou inúmeros problemas aos minhotos, confirmando estar a atravessar um bom momento nesta fase inicial de 2024. 

A surpresa

Eduardo Quaresma esteve instransponível na defesa, dando uso à velocidade para se antecipar em inúmeros lances, e ainda teve tempo de arrancar meio-campo fora para assinar o primeiro golo pela equipa principal dos leões. De possível dispensado a titular, Quaresma tem agarrado as oportunidades proporcionadas pelas inúmeras lesões de St. Juste e pela ausência de Diomande (que esteve no CAN) para provar, de uma vez por todas, o potencial que lhe foi reconhecido no passado. 

A desilusão 

Victor Gómez cometeu um erro primário ao deixar a bola à boca da baliza para Trincão abrir o marcador. Fazer um passe lateral para a grande área no início de uma jogada de ataque é o pesadelo de qualquer treinador. A exibição coletiva do Braga não foi famosa, mas Gómez foi o responsável pelo início do descalabro. 

Os treinadores

Rúben Amorim 

O Sporting continua igual a si mesmo, mas a diferença, uma vez mais, reside na eficácia na hora de rematar à baliza. Na segunda parte, Amorim sentiu que a equipa estava a adormecer mas depressa mexeu para evitar qualquer tipo de surpresas. 

Artur Jorge 

É certo que um erro infantil acabou por desmontar a estratégia inicial, mas o facto da goleada ser algo já normal nas visitas do Sp. Braga a Alvalade começa a ser preocupante. A equipa teve pouco apetite ofensivo e defensivamente voltou a comprometer. 

O árbitro 

António Nobre quase passou despercebido neste jogo e não haverá melhor elogio que esse para um árbitro aos dias de hoje. É verdade que os jogadores também ajudaram, mantendo sempre um nível q.b. de agressividade, mas ainda assim é justo dizer que Nobre não complicou. 

Leia Também: Golaço de trivela de Nuno Santos fecha as contas em Alvalade

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório