Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Leão recupera o trono à velocidade da luz: Notas do Sporting-Gil Vicente

Depois do tropeção na Luz, Sporting recupera o trono da Liga logo na jornada seguinte.

Leão recupera o trono à velocidade da luz: Notas do Sporting-Gil Vicente
Notícias ao Minuto

08:00 - 05/12/23 por Ricardo Santos Fernandes

Desporto Análise

O Sporting recuperou, esta segunda-feira, a liderança do campeonato, após vencer o Gil Vicente, por 3-1, no duelo de encerramento da 12.ª jornada da I Liga.

Os leões voltam a sentar-se sozinhos no trono, com 31 pontos, dois de vantagem sobre o Benfica, três para o FC Porto e cinco para o Sporting de Braga. Por sua vez, os minhotos seguem num perigoso 13.º posto, mais um ponto do que a zona de despromoção.

Na partida desta segunda-feira, os leões entraram mandões e rapidamente começaram a criar as primeiras ocasiões. Porém, o 'carrossel' não foi constante, a velocidade diminiu e com isso, e através de uma bola parada, o Gil acabou por cantar de galo através de Rúben Fernandes. A reação foi pronta e Nuno Santos, beneficiando de um desvio fatal em Pedro Tiba, acabou por chegar à igualdade.

As mexidas de Amorim ao intervalo, e a mudança nas alas, com as entradas de Matheus Reis e Catamo, galvanizaram o líder para a remontada. Gyokeres, como é habitual, vestiu a capa de super herói e rubricou mais dois golos na conta pessoal e outros dois não subiram ao marcador por força do VAR.

Vamos então às notas de destaque desta partida:

Figura

Gyokeres já leva 15 golos em 17 encontros e continua a provar aos adeptos leoninos que é a melhor prenda de verão que podiam desejar. Mais dois golos somados, outros tantos anulados, e uma locomotiva de energia que parece não ter fim.

Surpresa

Hjulmand voltou a ser dono e senhor do meio-campo leonino. Perfeito nas transições, como nas recuperações, também no passe o nórdico roçou quase o calibre absoluto.

Desilusão

Miguel Monteiro quase não apareceu em Alvalade. Uma arma inofensiva na frente de ataque do Gil e que poucas cócegas fez à baliza de Adán. Saiu aos 60 minutos e poucas razões terá para se recordar do jogo na casa dos leões.

Treinadores

Rúben Amorim passou a mensagem certa ao intervalo e operou substituições que catapultaram o Sporting para a remontada em Alvalade. O timoneiro verde e branco trocou os laterais e com isso encheu o leão de novo vigor.

Vítor Campelos conseguiu mitigar, em alguns momentos da primeira parte, o poderio ofensivo do anfitrião, mas na segunda parte reagiu tarde às mexidas do Sporting e com isso evaporou-se qualquer possibilidade do Gil somar pontos na casa do líder.

Árbitro da partida

Cláudio Pereira não teve uma arbitragem fácil, mas acabou por acertar nas decisões mais difíceis. Bem anulado os dois a Gyokeres, por fora de jogo, como também ao validar o 2-1 rubricado pelo internacional sueco. Apenas falhou no aspeto disciplinar e nos amarelos exibidos a Matheus Reis e Coates.

Leia Também: "Voltámos ao primeiro lugar, mas o campeonato vai ter muita história..."

Leia Também: "Na segunda parte, se o VAR chama, é por algo, é porque vê algo..."

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório