Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Benfica deixa fugir vitória contra o Inter e adia decisão europeia

Hattrick de João Mário parecia dar o triunfo aos encarnados, mas a reação italiana surgiu na segunda parte num jogo... de 'loucos'. Benfica e Salzburgo vão medir forças e só um deles pode seguir para a Liga Europa.

Benfica deixa fugir vitória contra o Inter e adia decisão europeia

Da primeira parte de luxo ao sofrimento com menos um jogador. O Benfica empatou, esta quarta-feira, na recção ao Inter (3-3), em jogo da 5.ª e penúltima jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Já sem hipóteses de seguir em frente na prova milionária, as águias estavam obrigadas a pontuar para continuarem na luta por uma vaga na Liga Europa e marcam, assim, a derradeira decisão para a próxima jornada, altura em que visitam os austríacos do RB Salzburgo.

No entanto, para conseguir a tal vaga, as águias precisam de vencer por pelo menos 2-0 para anular o resultado verificado na Luz e equilibrar as contas no confronto direto. 

No jogo desta noite a grande figura encarnada foi João Mário, jogador que completou um hattrick ainda na primeira parte, com golos aos 5, 13 e 34 minutos. Do lado do Inter, foram Arnautovic (51'), Frattesi (58') e Alexis Sánchez (72') os marcadores de serviço. 

António Silva acabou por deixar o Benfica reduzido a dez unidades, aos 84 minutos, depois de um lance com Barella que não passou ao lado do VAR. 

Feitas as contas, a formação portuguesa agarra o primeiro ponto ao fim de cinco jornadas na presente edição da Liga dos Campeões e no dia 12 de dezembro viaja até à Áustria sabendo o resultado que precisa de alcançar. 

João Mário completou hattrick em menos de meia hora e a Luz reagiu assim

Noite de sonho para o camisola 20 das águias.

Notícias ao Minuto | 20:52 - 29/11/2023

Filme do jogo 

O Benfica entrou a todo o gás na partida, como até a este jogo não se tinha visto na presente edição da Liga dos Campeões e aos 13 minutos já estava a ganhar por 2-0 graças aos golos de... João Mário. 

Ambos foram assistidos por Casper Tengstedt, sendo que o primeiro até foi anulado num primeiro momento, após indicação do árbitro auxiliar, mas validado, posteriormente, por intervenção do VAR. 

Com o nulo desfeito, as águias aproveitaram o embalo das bancadas da Luz para rumar ao segundo golo, novamente à boleia dos mesmos protagonistas. João Mário voltou a fazer o gosto ao pé frente a um clube no qual não foi feliz e dobrou a vantagem encarnada. 

Apenas aos 25 minutos é que o Inter conseguiu criar perigo junto da baliza do Benfica. Arnautovic apareceu isolado na cara de Trubin, mas o guardião ucraniano não tremeu e tapou todos os caminhos para a baliza com uma bela defesa. 

A noite era mesmo de João Mário e aos 33 minutos surgiria o terceiro golo dos encarnados e... do experiente médio português. No meio de um lance de grande confusão, o camisola 20 do Benfica soube, uma vez mais, ter sentido de baliza e marcou o terceiro golo da noite e da conta pessoal, deixando a Luz completamente rendida. 

O intervalo chegava à Luz e os jogadores do Benfica saíam sobre uma chuva de aplausos como há muito não se via na Luz. Afinal de contas, o resultado não poderia ser mais categórico: 3-0. 

Na segunda parte a formação italiana entrou com vontade de dar a volta ao texto e começou a dar mais trabalho a Trubin. O guardião ucraniano conseguiu impedir um primeiro remate perigoso de Carlos Augusto, mas pouco depois acabou batido por Marko Arnautovic (51'), em mais um lance em que o VAR teve de intervir para corrigir a decisão tomada pelo auxiliar, que havia anulado o golo num primeiro momento. 

O Inter ficou moralizado com o golo no reatar da partida e pouco depois chegaria a um novo tento, reduzindo a diferença no marcador para a margem mínima. Acerbi cruzou e Frattesi (58') apareceu na grande área para com um pontapé à meia volta bater Trubin, que nem viu a bola passar. 

O Benfica só conseguiu chegar à zona mais adiantada do terreno depois dos dois golos do Inter. Aos 61 minutos, Di María partiu para a jogada individual, ficou em boa posição para o remate, mas atirou sem grande direção e para defesa fácil de Audero.

O guardião italiano viria a ser colocado à prova minutos depois, após Tengstedt aparecer na cara do golo na sequência de uma jogada, em alta velocidade, de Rafa Silva. 

A partir do banco de suplentes, Simone Inzaghi queria mais e aos 67 minutos operou uma tripla alteração, lançando para dentro de campo os 'pesos pesados': Barella, Cuadrado e Thuram.

O avançado francês não precisou de muito tempo para fazer 'estragos' e apenas dois minutos depois viu o árbitro assinalar uma grande penalidade ao entender que foi derrubado por Otamendi. O VAR confirmou a decisão e Alexis Sánchez (72') não tremeu no duelo individual com Trubin, restabelecendo a igualdade a partir da marca dos 11 metros.  

Com o empate de volta ao marcador, Roger Schmidt operou a primeira mexida, fazendo de entrar, de uma assentada Musa e Kokçu, para os lugares de Florentino e Tengstedt.

No entanto, a estratégia do treinador alemão sofreu novo revés já na reta final do encontro. António Silva entrou com tudo sobre Barrella e o VAR voltou a entrar em ação, aconselhando o árbitro a ir ver as imagens. Após alguns minutos à frente do ecrã, o letão Andris Treimanis deu ordem de expulsão ao jovem defesa central das águias, deixando o Benfica reduzido a dez unidades a partir dos 84 minutos.

Até ao apito final ambas as equipas tiveram oportunidades para chegar à vitória. Di María ficou à beira de um golo de longa distância, ao passo que Barella acertou com estrondo no poste. O resultado não mais se alterou e verificou-se mesmo o empate ao fim dos 90 minutos. 

O Inter prossegue no segundo lugar do grupo D, com o acesso aos oitavos de final já garantido antes da visita à Luz, ao passo que o Benfica prossegue no último lugar e tem uma final com o Salzburgo para chegar ao playoff da Liga Europa. 

Momento do jogo: O golo de Arnautovic, no abrir da segunda parte, destabilizou as águias. Sentia-se que a vitória estava a fugir a partir daquele momento.

Equipas iniciais 

Antevisão

Já eliminado da fase seguinte da Liga dos Campeões, o Benfica recebe, na noite desta quarta-feira, o Inter em jogo da 5.ª e penúltima jornada da fase de grupos da prova milionária. Sem qualquer ponto amealhado ao cabo das quarto rondas, as águias procuram manter viva a esperança de conseguir chegar... à Liga Europa. 

Neste momento, o Benfica está no último lugar do grupo D, atrás dos austríacos do RB Salzburgo, que somam mais três pontos, precisamente conquistados... no Estádio da Luz. 

Feitas as contas, o conjunto de Roger Schmidt só pode continuar a sonhar com o terceiro lugar do grupo - que garante o bilhete para o playoff de acesso aos 'oitavos' da Liga Europa - se somar mais pontos na receção ao Inter do que o Salzburgo na casa da Real Sociedad.

Caso este cenário se verifique após os jogos desta noite, o terceiro lugar ficará em aberto para a última jornada, a 12 de dezembro, altura em que o Benfica visita o conjunto austríaco, com uma desvantagem já conhecida, por castigo da UEFA: não poderá contar com adeptos no reduto do RB Salzburgo.

O pontapé de saída da partida entre Benfica e Inter está agendado para as 20h00 no Estádio da Luz e terá a arbitragem do letão Andris Treimanis. Siga, em direto e ao pormenor, todas as incidências da partida no Desporto ao Minuto

Leia Também: Benfica-Inter: Luz apaga-se na Champions de olho na Liga Europa

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório