Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 12º MÁX 24º

Erros no FC Porto não abalam David Carmo: "Tem potencial para a seleção"

Central tem enfrentado uma 'onda mista' entre elogios e críticas. Em conversa com o Desporto ao Minuto, José Carvalho Araújo, antigo treinador no Sporting de Braga, realçou as capacidades e o perfil do defesa, que têm convencido Sérgio Conceição.

Erros no FC Porto não abalam David Carmo: "Tem potencial para a seleção"

No espaço de quatro dias, os elogios a David Carmo na Liga dos Campeões deram lugar a diversas críticas à sua mais recente exibição na I Liga, no triunfo do FC Porto em Vizela (0-2), no passado domingo, numa época em que o defesa de 24 tem tentado aproveitar ao máximo as oportunidades dadas por Sérgio Conceição.

Em entrevista ao Desporto ao Minuto, José Carvalho Araújo, antigo treinador do defesa nas camadas jovens do Sporting de Braga, analisou a evolução do central ao ponto de ter passado de "quarto central" dos dragões a um titular que venceu Fábio Cardoso na corrida pela vaga do lesionado Iván Marcano. A temática em torno da seleção nacional - para a qual já chegou a ser chamado por Fernando Santos - também não escapou à conversa, assim como os exemplos dos centrais internacionais António Silva e Gonçalo Inácio em Benfica e Sporting, respetivamente.

"Este é um momento oportuno, um momento bom para o David Carmo. Quando chegou ao FC Porto, teve ali um ou outro jogo menos positivo, em que o treinador [Sérgio Conceição] acabou por, de alguma forma, perder a confiança que devia existir ao início, pelo menos, na perspetiva de chegar para fazer dupla com o Pepe. No ano passado, o [Iván] Marcano esteve bem e o futebol é mesmo assim. A infelicidade de uns pode ser a felicidade de outros. O David Carmo não teve a felicidade de começar da melhor forma", começou por dizer o treinador de 41 anos.

O patamar passou a ser maior e mais exigente. Este é um momento para o David Carmo saber agarrar [a oportunidade] e perceber que ninguém lhe deu nada até chegar onde chegou. Tudo foi conquistado por ele.O antigo treinador das camadas jovens do Sporting de Braga abandonou os minhotos em 2019/20, precisamente, na época em que David Carmo se estreou na equipa principal, tendo vincado a diferença das exigências de um patamar para o outro, em que o jogador "tem de fazer valer o seu potencial".

"Os jogadores têm de continuar a trabalhar da mesma forma, saber esperar e preparar-se fisicamente e mentalmente para quando surgir nova oportunidade. O David Carmo passou por uma adaptação difícil a um clube com dimensão maior do que aquela que tinha no [Sporting de] Braga, apesar de todo o crescimento registado nos últimos anos, perseguindo os três 'grandes'. O patamar passou a ser maior e mais exigente", vincou, antes de salientar o "ponto ganho" frente ao Fábio Cardoso na luta pela titularidade.

"Após um ano de crescimento a nível de maturidade, este é um momento que ele tem que saber agarrar [a oportunidade] e perceber que ninguém lhe deu nada até chegar onde chegou. Tudo foi conquistado por ele. Tem de fazer valer o seu potencial. Ele era o quarto central e já conseguiu, pelo menos neste momento, vencer a corrida do Fábio Cardoso. Foi um ponto ganho", referiu o técnico de 41 anos.

Notícias ao Minuto David Carmo leva oito jogos na presente temporada, sempre na condição de titular.© Getty Images  

Apesar de tudo, os erros em Vizela foram considerados por José Carvalho Araújo como "normais" para o contexto de um defesa que tenta arriscar, apesar de ter ficado exposto a nova expulsão na presente temporada, já depois do cartão vermelho visto frente ao Portimonense.

"O David [Carmo] tem muito para melhorar. Tem 24 anos e já passou por determinadas fases na sua carreira. Há algum descontrolo emocional em alguns momentos, o que é normal, em que podia ser mais ponderado na abordagem aos lances. Isso é o que se ganha com jogos. É o chamado ritmo competitivo para que possa estar mais tranquilo e assertivo. O David Carmo, como qualquer outro jogador, tem de sentir a confiança do seu treinador. O resto, vem com o jogo, no que toca aos timings e às abordagens propriamente ditas", atirou.

"Há diferenças entre treinos e jogos. Ele tem de jogar. Temos consciência de que vai errar, como todos erram. Um jogador jovem tem mais tendência em errar do que um futebolista mais maduro. Tem que se dar moral ao David Carmo, com um perfil invejável e um potencial incrível. Pode ser e será um dos grandes centrais desta geração no nosso país", frisou.

Os erros, sobretudo ao nível em que ele está, pagam-se muito caro (...) Com o decorrer dos jogos, irá errar cada vez menos.

José Carvalho Araújo - que já tinha concedido uma entrevista ao Desporto ao Minuto, em 2020, em torno do seu percurso como treinador - admitiu, ainda assim, que os erros assumem outros contornos no patamar em que David Carmo se encontra e 'justificou' que os mesmos acontecem com base numa das suas mais-valias, no âmbito do seu jogo mais ofensivo.

"Creio que uma das grandes fortes características do David [Carmo] é a capacidade de construção. Essa vertente do jogo ofensivo acaba por expô-lo mais ao erro, porque ele vai arriscar e acreditar que consegue. É com o jogo que ele vai assimilando, de uma forma quase subconsicente, o que pode ou não tentar fazer. Ele tem um perfil interessante, não só pela estatura, mas também como se enquadra na equipa. Os erros, sobretudo ao nível em que ele está, pagam-se muito caro. Os adversários vivem na expectativa do erro e estão preparadas para isso", assinalou.

"Se o David Carmo faz o que faz, é porque o treinador o incentiva e o permite. Ele é humano. Com o decorrer dos jogos, irá errar cada vez menos. Já no tempo de formação [no Sporting de Braga] era assim. Nós pedíamos para arriscar e para forçar, pelo que os erros iam aparecendo. Se os adversários identificarem alguma fragilidade no David [Carmo], vão forçá-lo ao máximo para que ele cometa lapsos. Ele tem de utilizar isso a seu favor e mostrar que pode ficar mais sólido. São dores de crescimento", recordou, ainda.

Em Vizela, David Carmo ficou ainda exposto à expulsão em dois lances, algo que motivou Sérgio Conceição a intervir e lançar Fábio Cardoso para o seu lugar. Os muitos cartões que o central de 24 anos tem visto esta temporada acontecem, na perspetiva do técnico de 41 anos, pela forma mais impetuosa de abordar os lances.

"A substituição [em Vizela] foi um momento inteligente do Sérgio Conceição, que percebeu que o jogo podia evoluir para o patamar de um segundo cartão [amarelo] e retirou-o do jogo. O Sérgio Conceição é exímio nesse capítulo", começou por assinalar sobre o assunto, antes de apresentar 'um pau de dois bicos'. "Creio que a estabilidade emocional não está no topo e daí ele sentir a necessidade de resolver rápido aquilo em que se pede mais calma e paciência. Se a estrutura do FC Porto acredita no seu potencial e futuro, tem de lhe dar tempo para tentar não cometer estes erros que o podem levar à expulsão, que é algo que pode levar a equipa técnica a pensar se é um jogador indicado para o lugar. Como se costuma dizer, é um 'pau de dois bicos'. Por um lado, há que acreditar no potencial do jogador e, por outro lado, ele tem de dar provas de evolução e de um investimento positivo",  justificou o antigo técnico de David Carmo.

Se David Carmo justificar que está preparado para dar as respostas exigíveis neste patamar, não tenho dúvidas de que se irá manter no onze. 

Ao longo dos últimos anos, jogadores como António Silva e Gonçalo Inácio aproveitaram (e bem) as suas oportunidades no Benfica e no Sporting, respetivamente, de tal forma que jogadores mais experientes acabaram por ir parar ao banco. A possibilidade de tal cenário se repetir no FC Porto com David Carmo é encarada como possível por José Carvalho Araújo.

"Os exemplos são felizes nesse capítulo. O António Silva sentou centrais com rótulo e de grande investimento, como o Lucas [Veríssimo], enquanto o Gonçalo Inácio acabou por sentar jogadores como o Neto. O futebol é o momento. Ao nível da formação, ainda temos tempo para testar e esperar que as coisas aconteçam, mas, ao nível mais profissional, tudo depende do rendimento", referiu.

"Se o David Carmo justificar que está preparado para dar as respostas exigíveis neste patamar, não tenho dúvidas de que a equipa técnica o irá manter no onze. Estando bem e a cumprir, não há razão para o substituir. É válido para outras posições. Se fraquejar ou continuar a cometer erros, claro que a equipa técnica é forçada a ir em busca de outras soluções", acrescentou de seguida.

Notícias ao Minuto David Carmo foi chamado por Fernando Santos, mas ainda não conseguiu fazer a sua estreia pela principal seleção nacional© Getty Images  

O nome de David Carmo chegou a ser anunciado por Fernando Santos numa convocatória da seleção nacional, em maio de 2022, mas acabou por não jogar e também por não ser chamado para o Mundial do Qatar. Nesse capítulo, José Carvalho Araújo não tem dúvidas do "potencial" do central de 24 para pode integrar os eleitos de Roberto Martínez

"Seleção? Quero acreditar que sim. Estamos a falar de um central entre os melhores da sua geração. Já foi campeão da Europa [de sub-19] e com várias internacionalizações [nas camadas jovens]. A chamada de Fernando Santos, na altura, foi um reconhecimento do momento que ele estava a atravessar. Já nos mostrou que tem potencial enorme para a seleção. Em termos de perfil, é um dos melhores centrais da geração atual", afirmou o técnico de 41 anos, antes de recordar o auge do defesa em Braga: "O exemplo que teve no Sporting de Braga, com Carlos Carvalhal, é elucidativo, com uma reta final de outro mundo [em 2021/22]. Há que lhe dar confiança para superar estes momentos em que já 'tremeu' um bocadinho".

"Já teve uma série de percalços no seu percurso que, de certa forma, retiraram a confiança e a estabilidade emocional, mesmo no ano passado, na adaptação ao FC Porto. Compete-lhe a ele mostrar toda a sua capacidade e validar precisamente esse potencial. Todos sabemos que o tem. Tem de dar uma resposta, mas temos perfeita consciência que só a qualidade não chega. Apesar de tudo, o percurso mais difícil talvez já tenha sido feito e agora resta permitir que todo o potencial venha de cima", completou.

O FC Porto volta a jogar esta sexta-feira, frente ao Estoril, em jogo relativo à 10.ª jornada da I Liga, sendo que esse será um momento preponderante para perceber se David Carmo continuará a jogar ao lado de Pepe no eixo da defesa azul e branca.

Leia Também: "FC Porto será David Carmo e mais dez? Acredito que sim"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório