Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Foi coisa do 'Capeta'. Portugal brilha, mas está fora do Mundial feminino

Equipa das quinas ainda espreitou o ‘milagre’ diante dos Estados Unidos, mas o poste tirou à avançada o golo que valeria a vitória e respetivo apuramento para os oitavos-de-final.

Foi coisa do 'Capeta'. Portugal brilha, mas está fora do Mundial feminino

A seleção portuguesa despediu-se, pela manhã desta terça-feira, do Campeonato do Mundo de futebol feminino, após não ter conseguido ir além de um empate sem golos diante do ‘todo-o-poderoso’ conjunto dos Estados Unidos da América, no jogo da terceira e última jornada da fase de grupos.

Um resultado que não beneficiou as ‘Navegadoras’… nem mesmo as norte-americanas, que, apesar de terem carimbado o apuramento para os oitavos-de-final, só o conseguiram fazer no segundo lugar, tendo a liderança isolado do Grupo E ficado entregue aos Países Baixos, que ‘atropelaram’ o Vietname.

Afinal, o ‘tubarão’ é que tremeu

Portugal entrou em campo sabendo de antemão que derrubar as bicampeões mundiais seria uma missão (quase) impossível, mas nem por isso se amedrontou, procurando impor o seu jogo desde o momento em que a árbitro inglesa Rebecca Welch fez soar o apito inicial, no Eden Park, em Auckland.

Andreia Norton deu o primeiro sinal de aviso, ao nono minuto de jogo, com um remate de longe, que passou por cima do alvo. Apenas sete minutos depois, Kika Nazareth isolou Jéssica Silva, com um belo passe. No entanto, a avançada desperdiçou uma oportunidade de ouro para desfazer o nulo.

Kika Nazareth voltou a tentar a sorte, à beira do apito para o intervalo, e ‘do meio da rua’, atirou ligeiramente por cima da baliza à guarda de Alyssa Naeher. Do outro lado da ‘barricada’, o melhor que as norte-americanas conseguiram fazer foi um cabeceamento de Lynn Williams, que acabou nas mãos de Inês Pereira.

‘Milagre’ ficou-se por centímetros

Os Estados Unidos regressaram dos balneários com ‘nova vida’, e, logo num dos primeiros lances do segundo tempo, ficaram à beira de marcar. Alex Morgan tirou Inês Pereira do caminho e empurrou a bola para a baliza, tendo Diana Gomes deslizado no relvado para a intercetar e manter o nulo.

Com o passar do tempo, as norte-americanas foram reforçando a pressão sobre as portuguesas, instalando-se por completo no meio-campo adversário. Ainda assim, a melhor oportunidade pertenceu às ‘Navegadoras’, visto que, já nos descontos, Ana Capeta ‘saltou’ do banco para acertar em cheio no poste.

Um resultado positivo, mas que não chega para alcançar os oitavos-de-final do Mundial. O primeiro lugar do Grupo E ficou entregue aos Países Baixos, que, à mesma hora, golearam o Vietname, por 7-0, contabilizando sete pontos. Seguem-se os Estados Unidos, com cinco, Portugal, com quatro e Vietname, a ‘zeros’.

Na próxima fase, as neerlandesas irão medir forças com as segundas classificadas do Grupo G, estatuto que pertence, atualmente, a Itália. As norte-americanas, por sua vez, terão pela frente a líder dos ‘vizinhos’, que, ao que tudo indica, será a Suécia.

Momento do jogo: Apenas dois minutos depois de entrar em campo, para o lugar de Diana Costa, Ana Capeta isolou-se e atirou em cheio ao poste da baliza à guarda de Alyssa Naeher. A vitória (e respetivo apuramento para os oitavos-de-final) de Portugal ficou mesmo por centímetros.

Onzes

Portugal: Inês Pereira; Ana Borges, Carole Costa, Diana Gomes; Tatiana Pinto, Andreia Norton, Kika Nazareth, Dolores Silva, Catarina Amado; Jéssica Silva e Diana Silva.

EUA: Alyssa Naeher; Emily Fox, Julie Ertz, Naomi Girma, Crystal Dunn; Andi Sullivan, Lindsey Horan, Rose Lavelle; Sophia Smith, Alex Morgan e Lynn Williams.

Antevisão

Portugal joga, logo pela manhã desta terça-feira, o 'tudo ou nada' na corrida por um lugar nos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo de futebol feminino, diante dos Estados Unidos da América, partida que terá lugar no Eden Park, estádio localizado em Auckland, na Nova Zelândia.

A equipa das quinas chega à terceira e última jornada do Grupo E, com três pontos conquistados, menos um do que as norte-americanas e os Países Baixos, o que a deixa na segunda posição, apenas à frente do Vietname, que está a 'zeros', e, assim, já eliminado.

Ora, as contas são simples de se fazer. Para garantir a 'sobrevivência' na prova, as Navegadoras terão de derrotar as atuais líderes do ranking da FIFA. Um empate até pode chegar... isto desde que as neerlandesas saiam derrotadas, no outro jogo, que decorre à mesma hora.

O Portugal-Estados Unidos da América tem o apito inicial agendado para as 08h00 (hora de Portugal Continental), irá contar com a arbitragem da juíza inglesa Rebecca Welch, e pode acompanhá-lo, em direto, no Desporto ao Minuto.

Leia Também: O desafio (com música) que deixou a seleção feminina às gargalhadas

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório