Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Estrelas do futebol senegalês apelam ao fim da violência no país

Estrelas do futebol senegalês, como o avançado do Bayern de Munique Sadio Mané, apelaram hoje ao fim da violência que já fez nove mortos no país, após a condenação, na quinta-feira, do político da oposição Ousmane Sonko.

Estrelas do futebol senegalês apelam ao fim da violência no país
Notícias ao Minuto

20:02 - 02/06/23 por Lusa

Desporto Senegal

"Já foi derramado demasiado sangue nos últimos dois anos. É essencial que todas as partes interessadas na nação unam imediatamente os seus esforços para restaurar a paz", escreveu Sadio Mané, avançado e goleador dos "Leões", a alcunha da seleção nacional, no Instagram. Mané apelou à "preservação" da juventude (no Senegal), que classificou de "maior ativo" do país.

Abdou Diallo, defesa do Leipzig, também na Alemanha, lamentou no Twitter que "o sangue está a correr livremente e a situação está a deteriorar-se" no país. Apelou a que "aqueles que podem resolver a situação" o façam "o mais rapidamente possível, independentemente das opiniões pessoais", porque "há vidas em jogo".

Um apelo semelhante foi feito pelo avançado Famara Diedhiou, do Granada, clube da segunda divisão espanhola promovido este ano à La Liga.

Na mesma rede social, o jogador disse ser "a favor da calma e da paz" no Senegal, que "sempre foi um país de referência não só em África, mas em todo o mundo". Mas "está a ser derramado demasiado sangue, o sangue dos nossos próprios irmãos".

Sonko, terceiro candidato às eleições presidenciais de 2019 e opositor radical do Presidente Macky Sall, foi condenado na quinta-feira por um tribunal penal de Dacar a dois anos de prisão por ter "debochado" de uma jovem com menos de 21 anos.

No entanto, o tribunal absolveu-o das acusações de violação e de ameaças de morte pelas quais estava a ser julgado. De acordo com o código eleitoral, esta decisão parece tornar Sonko inelegível para as eleições presidenciais de 2024.

Sonko tem negado sistematicamente as acusações, alegando que o governo está a tentar incriminá-lo para o manter fora das eleições presidenciais.

A violência entre os jovens e a polícia, que eclodiu após o veredicto, causou a morte de nove pessoas. Desde 2021, já tinham sido mortos cerca de vinte civis em distúrbios relacionados, em grande parte, com os problemas judiciais de Sonko.

No Senegal, detentor da Taça das Nações Africanas, o primeiro troféu conquistado pela seleção nacional de futebol, em fevereiro de 2022, nos Camarões, os jogadores da seleção nacional são adorados.

Leia Também: Liliana Cá fora do pódio no lançamento do disco em etapa da Liga Diamante

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório