Meteorologia

  • 06 FEVEREIRO 2023
Tempo
16º
MIN 6º MÁX 18º

Águia cresce, leão cai. O que mudou desta primeira volta para a anterior?

Comparando as classificações entre o fim da primeira volta da presente temporada e o da época transata, verificam-se diferenças significativas para alguns clubes.

Águia cresce, leão cai. O que mudou desta primeira volta para a anterior?

Chegou ao fim, na segunda-feira, a primeira volta do campeonato português. E, com isso, chegou também o momento de recuar um ano no calendário e perceber o que mudou na classificação de uma época para a outra.

São mais as equipas que fizeram menos pontos comparativamente à época passada do que o cenário inverso. Dos 15 clubes que se mantiveram no principal escalão do futebol português (Rio Ave, Casa Pia e Desportivo de Chaves subiram; Moreirense, Tondela e B SAD desceram), sete emblemas conseguiram pontuar mais, mas houve oito a pontuar menos.

Além disso, há que destacar os números dos dois extremos. O atual líder, o Benfica, tem menos três pontos (44) por comparação ao anterior, o FC Porto (47), sendo que a diferença ainda cresce mais no que diz respeito ao último lugar, ocupado pelo Paços de Ferreira, com menos cinco pontos (6) por comparação ao que a B SAD (11) tinha por esta altura.

  Classificação 22/23 Pontos 22/23 Pontos 21/22 Diferença
1.º Benfica 44 40 (3.º) + 4
2.º Sporting de Braga 40 32 (4.º) + 8
3.º FC Porto 39 47 (1.º) - 8
4.º Sporting 32 44 (2.º) - 12
5.º Casa Pia 27 (-) (-)
6.º Arouca 26 14 (17.º) + 12 
7.º Vitória SC 24 23 (8.º) + 1
8.º Desportivo de Chaves 22 (-) (-)
9.º Vizela 21 16 (12.º) + 5
10.º Rio Ave 21 (-) (-)
11.º Boavista* 21 17 (10.º) + 4
12.º Portimonense 20 24 (7.º) - 4
13.º Estoril* 19 25 (6.º) - 6
14.º Gil Vicente 18 26 (5.º) - 8
15.º Famalicão 18 15 (15.º) + 3
16.º Santa Clara 14 16 (14.º) - 2
17.º Marítimo 13 20 (9.º) - 7
18.º Paços de Ferreira 6 17 (11.º) - 11

* equipas com uma jornada em atraso

Águia cresceu, mas houve quem triplicasse

Comecemos por aqueles que têm mais pontos do que o que tinham, por esta altura, na época transata. Falamos de Benfica, Sporting de Braga, Arouca, Vitória SC, Vizela, Boavista (com menos um jogo) e Famalicão.

As águias conquistaram mais por quatro pontos na primeira volta, acompanhados da subida da terceira à primeira posição, mas certo é que houve três equipas a crescer mais - uma delas a duplicar e outra... a triplicar.

O Sporting de Braga soma, por esta altura, mais oito pontos por comparação à época passada, de tal forma que segue atrás do líder, na segunda posição. Já o Arouca, fez mais 12 pontos e transformou o penúltimo posto na sexta posição, tratando-se da diferença positiva mais assinalável do campeonato, enquanto o Vizela tem mais cinco pontos do que tinha ao cabo da primeira volta anterior.

Entre os restantes, o Boavista fez mais quatro pontos - tal como o Benfica -, a recente recuperação do Famalicão permitiu que tivesse mais três pontos, e o Vitória SC, apesar da queda nas jornadas anteriores, conseguiu mais um ponto do que na temporada passada.

Notícias ao Minuto Jogo entre as duas equipas que mais cresceram acabou com uma goleada das grandes. O Sporting de Braga bateu o Arouca (0-6), que também foi goleado no Dragão (5-1) e na Luz (4-0), mas nem por isso deixa de ser uma das grandes 'sensações' do campeonato.© Global Imagens  

Leão caiu e dragão foi atrás

Em sentido inverso a estas sete equipas, há oito que não conseguiram tantos pontos como na época passada, sendo que a pior foi... o Sporting.

Os leões fizeram menos 12 pontos (o contrário do Arouca) nesta primeira volta e caíram da vice-liderança para o quarto lugar, sendo que também o Paços de Ferreira voltou a desiludir, com menos 11 pontos, de tal forma que segue na última posição, com menos de metade dos pontos do penúltimo, o Marítimo. No caso dos castores, a comparação ainda ganha outra dimensão se recuarmos até 2020/21, altura em que tinham 34 pontos por esta altura.

Logo a seguir a essas duas equipas, vem o FC Porto. Além de terem trocado de posição com o Benfica, os dragões têm menos oito pontos por comparação à época transata, realçando, ainda, que fizeram menos do que aquilo que as águias tinham feito por esta altura.

Também o Gil Vicente, anteriormente em zona europeia, fez menos oito pontos, estando a lutar pela manutenção, assim como o Marítimo, atual penúltimo classificado, com menos sete pontos.

Entre as restantes, o Estoril (com menos uma partida) tem menos seis pontos por esta altura, o Portimonense menos quatro e o Santa Clara, atualmente em zona de descida, menos dois.

Notícias ao Minuto Duelo entre as duas equipas que mais quebraram resultou num triunfo do Sporting por 3-0, na receção ao Paços de Ferreira a terminar o ano de 2022.© Getty Images

Contas feitas, Arouca e Sporting de Braga são as equipas que mais se destacam pela positiva, enquanto Sporting e Paços de Ferreira registaram as maiores quebras de uma primeira volta para a outra.

Leia Também: Um fantasma sem fim? FC Porto em busca da última peça do puzzle português

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório