Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Adeptos do PSG revoltados com revista na Luz: "Foi uma violação coletiva"

Nas redes sociais surgiu inclusive um hastag por parte de alguns adeptos do PSG a dizer: "O Benfica violou-me".

Adeptos do PSG revoltados com revista na Luz: "Foi uma violação coletiva"
Notícias ao Minuto

17:08 - 07/10/22 por Notícias ao Minuto

Desporto Liga dos Campeões

O jogo entre o Benfica e o Paris Saint-Germain, em Lisboa, continua a dar muito que falar, e também por causa de situações que se passaram fora das quatro linhas.

Nos momentos que antecederam a entrada dos adeptos parisienses no Estádio da Luz, vários deles queixaram-se de que "as revistas foram excessivas e, em alguns casos, produziram-se toques abusivos", segundo declarações reproduzidas pelo diário AS.

Vale a pena recordar que cerca de três mil adeptos franceses viajaram até à capital portuguesa. "No início não reagi, disse a mim mesmo que era normal, é apenas um pouco mais do que o normal. No entanto, comecei a sentir-me desconfortável, porque eles [os seguranças] puseram a mão no meu soutien. Olhei para os meus amigos e eles estavam a passar pela mesma coisa", referiu uma adepta do Paris Saint-Germain.

"Se protestássemos, a polícia estava pronta para nos matar. Quando se passa por isso, não se está bem. É uma humilhação. Além disso, as nossas coisas foram atiradas para o chão. Foi muito chocante, como uma violação coletiva", disse outra das adeptas do clube gaulês.

Os adeptos franceses partilharam a sua raiva nas redes sociais, com o termo "O Benfica violou-me" na rede social Twitter.

Leia Também: Schmidt confiante na aposta em Rodrigo Pinho: "É rápido e finaliza bem"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório