Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Na 'República' da Luz, mandou o Benfica. Águia baixou a crista ao PSG

Encarnados conseguiram uma igualdade (1-1) diante do super PSG, após protagonizar uma excelente exibição diante do campeão gaulês.

Na 'República' da Luz, mandou o Benfica. Águia baixou a crista ao PSG

O Benfica arrancou um precioso empate, 1-1, esta quarta-feira, diante do Paris Saint-Germain, no Estádio da Luz. Para os gauleses valeu um golo 'fabulástico' de Messi, para os encarnados faturou na própria baliza o português Danilo Pereira. 

Águias e gauleses partilham a liderança do Grupo H, com sete pontoS, a Juventus segue no terceiro lugar com três pontos e o Maccabi Haifa, ainda no último posto, permanece sem pontuar.

Paris é uma festa? Não, Lisboa é uma festa

Ernest Hemingway escreveu um dia que Paris é uma festa. Na capital francesa escrevem-se cartas de amor e há uma equipa que, habitualmente, entra em qualquer recinto para protagonizar várias festas dentro das quatro linhas.

Porém, os pupilos de Roger Schmidt entraram destemidos em contrariar esta tese e nos minutos iniciais foi a baliza de Donnarumma a ser chamada ao serviço. Nos primeiros 13 minutos, Gonçalo Ramos, por duas ocasiões, esteve perto de inaugurar o marcador, mas a grande chance chegou pelos pés de Neres, que só não festejou por obra e graça do talento do guardião italiano.

No futebol, basta meia oportunidade para chegar à bonança e, contra a corrente do jogo, o Paris Saint-Germain montou o ‘carrossel’ na Luz e, por obra de uma genialidade de Messi, os franceses escreveram a primeira carta de amor no bastião encarnado.

Apesar do balanço da nau encarnada, o navio estava longe de afundar e continuava a chegar a bom porto. Todavia, do outro lado, morava sempre o ‘icebergue’ Donnarumma. Decidido a negar a explosão ao quadro elétrico da Luz voltou, aos 37 minutos, a forçar o músculo e a negar, de forma sublime, o golo ao menino António Silva que, da marca de penálti, encheu o pé direito, de força e pujança, mas sem a sorte que o ‘tiro’ merecia.

Contudo, um icebergue tarde ou cedo acaba por derreter, e na Luz não houve direito a final trágico, tal qual o ‘Titanic’. Nos minutos finais da primeira parte, aos 41 minutos, chegou o golo do empate do Benfica, na sequência de um remate na própria baliza do internacional português Danilo, após pressão de Gonçalo Ramos.

No abrir da etapa complementar, Neymar quase punha o campeão francês, novamente de proa arrebitada, mas a bola bateu caprichosamente na barra de Vlachodimos. E, pouco depois, voltou a ser Neymar, desta feita de livre, a testar os reflexos do grego. Sofria o bastião da Luz e era o guardião helénico a forçar a manutenção do empate.

A meio da etapa complementar, destaque para a lesão de Nuno Mendes, que teve de ser substituído por Juan Bernat, e, logo de seguida, para duas ocasiões flagrantes de golo. Primeiro foi Otamendi, na sequência de um cabeceamento, a pôr a redondinha a beijar o poste e, posteriormente, Mbappé, após um remate em arco,  a colocar Vlachodimos novamente em plano de destaque. Num jogo de parada e resposta, aos 80 minutos foi a vez de Rafa, na sequência de uma jogada maradoniana, quase levar a Luz à explosão total.

Onze do Benfica: Odysseas, Bah, António Silva, Otamendi, Grimaldo, Florentino, Enzo, Neres, João Mário, Rafa e Gonçalo Ramos.

Suplentes: Leite, Gilberto, Aursnes, Diogo Gonçalves, Rodrigo Pinho, Chiquinho, Ristic, Brooks, Gil Dias, Musa, João Victor e Draxler.

Onze do Paris Saint-Germain: Donnarumma; Hakimi, Sergio Ramos, Marquinhos, Nuno Mendes; Danilo, Verratti, Vitinha; Messi, Neymar e Mbappé.

Suplentes: Navas, Rico, Fabián Ruiz, Bernat, Sarabia, Mukielé, Soler, Bitshiabu, Zaire-Emery, Ekitike.

Antevisão: Benfica e Paris Saint-Germain defrontam-se, esta quarta-feira, no Estádio da Luz, num duelo relativo à 3.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

As duas equipas chegam a esta partida na liderança do Grupo H, com seis pontos, fruto dos triunfos que somaram nas primeiras rondas diante de Maccabi Haifa e Juventus. Israelitas e italianos, que se defrontam no outro encontro, continuam sem pontuar.

A constelação de estrelas que chega à Luz, numa comitiva liderada por Mbappé, Messi e Neymar, conta ainda com a presença de quatro portugueses: Renato Sanches, Danilo, Nuno Mendes e Vitinha. O PSG segue neste momento na liderança da Ligue, à semelhança do Benfica, apesar dos encarnados terem perdido os primeiros pontos na I Liga, no passado sábado, diante do Vitória SC.

Leia Também: Vitória SC nega encosto a preparador físico do Benfica e mostra imagens

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório