Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Pouco tempo, muitos 'estragos'. Rochinha anseia por mais oportunidades

Avançado ex-Vitória SC é um dos jogadores que precisa de menos minutos para causar estragos com a camisola dos leões.

Pouco tempo, muitos 'estragos'. Rochinha anseia por mais oportunidades

Rochinha estreou-se a marcar pelo Sporting na passada sexta-feira, no triunfo diante do Gil Vicente (3-1), numa altura em que parece já começar a justificar mais minutos na equipa de Rúben Amorim.

Além desse tento certeiro, o avançado ex-Vitória SC já contava com o registo de duas assistências num total de nove jogos, embora sete deles tenham sido na condição de suplente utilizado, algo que, inevitavelmente, tem impacto no número de minutos somados.

Comparativamente a Francisco Trincão, uma das principais apostas de Amorim no onze inicial, Rochinha tem menos 577 minutos e, mesmo assim, a diferença na participação de golos é mínima, embora o avançado de 22 anos tenha mais golos do que assistências.

Avaliando pelos números, a crescente influência de Rochinha na participação dos golos da equipa leonina, especialmente com pouco tempo utilizado, parece começar a justificar mais minutos e, consequentemente, mais oportunidades.

 

Jogos (suplente utilizado)

Minutos

Golos

Assistências 
Pedro Gonçalves 10 (0) 888 5 4
Francisco Trincão 10 (0) 818 3 1
Marcus Edwards 10 (2) 669 4 3
Rochinha 9 (7) 241 1 2
Paulinho 6 (4) 208 1 1
Fatawu Issahaku 3 (3) 22 0 0
Arthur Gomes 2 (0) 16 1 0
Rodrigo Ribeiro 1 (0) 16 0 0

Um percurso em crescendo

Rochinha abriu a temporada em grande e, apesar de ter entrado aos 79 minutos frente ao Sporting de Braga (3-3), rapidamente se destacou com uma assistência para o companheiro Edwards, mas nem isso fez com que fosse titular nos dois jogos seguintes, contra Rio Ave (3-0) e FC Porto (3-0), entrando apenas dentro dos últimos 20 minutos.

A estreia no onze aconteceu precisamente após o Clássico, na derrota caseira frente ao Desportivo de Chaves (0-2), algo que não se pode dizer que tenha corrido muito bem, embora tenha jogado 74 minutos.

O Sporting entrou numa fase de maior estabilidade a nível de resultados e, a partir do banco, o avançado de 27 anos foi somando sempre alguns minutos no decorrer das segundas partes, tanto frente a Estoril (0-2), como diante do Eintracht Frankfurt (0-3).

Numa ótica de gestão, Rúben Amorim voltou a lançar Rochinha no onze, pela última vez, na receção vitoriosa ao Portimonense (4-0), que contou inclusive com nova assistência do extremo português, que não foi sequer utilizado no jogo seguinte frente ao Tottenham (2-0).

No Bessa, num jogo que marcou o regresso do Sporting às derrotas, contra o Boavista (2-1), os quatro minutos de jogo revelaram ser insuficientes para Rochinha mostrar as suas qualidades, mas no encontro da última jornada, diante do Gil Vicente (3-1), precisou apenas de quatro minutos em campo para motivar os festejos dos adeptos leoninos.

Os números mostram que, com mais minutos, Rochinha poderá tornar-se facilmente numa das unidades leoninas com maior participação em golos.

Leia Também: Rochinha precisou de quatro minutos para ampliar as contas em Alvalade

Leia Também: Rochinha 'rasgou' defesa antes de assistir Edwards para o golo

Leia Também: Pedro Gonçalves atinge marca redonda na I Liga

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório