Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 17º

Dalot guia, bisa em Praga e deixa Portugal a um empate da final four

Lateral direito brilhou em noite de goleada portuguesa em solo checo. Equipas das quinas só falha final four da Liga das Nações caso seja derrotada pela Espanha na terça-feira.

Dalot guia, bisa em Praga e deixa Portugal a um empate da final four

A seleção nacional visitou e derrotou, este sábado, a Chéquia (4-0), em jogo da penúltima jornada da Liga das Nações. Portugal assumiu, assim, a liderança do grupo 2, com 10 pontos, e está a um pequeno passo de garantir uma vaga na final four da competição cujo título já conquistou em 2019. 

Diogo Dalot foi a grande figura da noite em Praga ao completar um improvável bis. Bruno Fernandes e Diogo Jota apontaram os outros golos da equipa das quinas. 

Já na terça-feira haverá lugar a duelo ibérico com Espanha em Braga. Portugal apenas precisa de vencer ou empatar para seguir em frente para a final a quatro. 

Filme do jogo

Para a noite em Praga Fernando Santos apostou num trio de ataque formado por Bernardo Silva, Rafael Leão e Cristiano Ronaldo, ao passo que Danilo ocupou a vaga do dispensado Pepe. Por seu turno, Diogo Dalot foi o escolhido para colmatar a ausência do castigado João Cancelo. 

O jogo até começou com alguns lances de perigo, junto das duas balizas, mas o primeiro grande momento chegou aos 13 minutos, altura em que Cristiano Ronaldo foi derrubado pelo guarda-redes checo. O árbitro, porém, nada assinalou, porque o avançado português estava em fora de jogo. Ronaldo não se livrou de uma mazela bem evidente no nariz e teve mesmo de ser assistido, regressando para dentro de campo poucos minutos depois. 

Aos 22 minutos, a Chéquia também sofreu um revés, mas que obrigou mesmo a uma troca na equipa. Brabec começou a coxear e foi substituído pelo compatriota Kúdela. 

Depois, sim, apareceram os golos. Diogo Dalot (33') foi o responsável por inaugurar o marcador. O lateral do Manchester United pegou na bola, iniciou a manobra ofensiva e apareceu, segundos depois, para finalizar a jogada após assistência de Rafael Leão. 

Portugal assumiu, assim, a dianteira do marcador, ficou mais confortável em Praga e deixou os checos... à beira de um ataque de nervos. Ainda antes do intervalo, Bruno Fernandes (45'+2), também ele jogador dos ingleses do United, assinou o segundo golo da noite na Eden Arena, ampliando a vantagem lusa em solo checo. 

Os checos tiveram, ainda assim, uma clara oportunidade para reduzir a desvantagem antes do referido regresso aos balneários. Cristiano Ronaldo meteu a mão na bola, o VAR vislumbrou a falta, o árbitro foi ver as imagens e apontou para o castigo máximo. No entanto, Patrik Schick não teve pontaria afinada e meteu a bola na bancada atrás da baliza à guarda de Diogo Costa. 

Portugal ia, assim, para intervalo com uma vantagem de dois golos e que, diga-se, refletia bem aquilo que se havia passado durante os primeiros 45 minutos. 

A segunda parte deu seguimento ao domínio português em Praga à boleia de um goleador improvável: Diogo Dalot. Aos 52 minutos, o lateral direito português assinou o melhor golo da noite através de um grande remate fora da grande área. 

O terceiro golo sentenciou, de uma vez por todas, a partida e a partir daí a seleção nacional entrou em modo gestão, com Fernando Santos a tirar Bernardo Silva e Rafael Leão para lançar para dentro de campo Diogo Jota e Ricardo Horta aos 67 minutos. 

Dez minutos depois foi a vez de Bruno Fernandes e William Carvalho deixarem o relvado para darem o lugar a Matheus Nunes e João Palhinha, numa altura em que ambas as equipas já só esperavam pelo apito final. 

Ainda assim, o quarto golo da noite acabaria por chegar e novamente com sotaque português. Na sequência de um canto batido por Ricardo Horta, Cristiano Ronaldo fez um primeiro desvio e Diogo Jota (82') fixou o resultado final em Praga. 

Feitas as contas, Portugal soma agora 10 pontos e na terça-feira recebe a Espanha, em Braga. Apenas uma derrota evitará que a formação das quinas esteja presente na final four da Liga das Nações. Os espanhóis perderam, também nesta noite, na receção à Suíça (1-2) e ficaram com os mesmos oito pontos. 

Momento do jogo: O penálti desperdiçado por Patrik Schick a segundos do intervalo custou caro aos checos. A oportunidade de ouro foi lançada, literalmente, às bancadas e uma eventual reação foi por água abaixo. 

Classificação atual do grupo 2 da Liga A

  1. Portugal, 10 pontos
  2. Espanha, 8 pontos
  3. Suíça, 6 pontos
  4. Chéquia, 4 pontos

Equipas iniciais 

ONZE DA CHÉQUIA: Vaclík; Jamelka, Brabec, Zima; Coufal, Soucek, Král, Zeleny; Barák, Patrik Schick e Hložek.

ONZE DE PORTUGAL: Diogo Costa; Dalot, Rúben Dias, Danilo, Mário Rui; William Carvalho, Rúben Neves, Bruno Fernandes; Bernardo Silva, Rafael Leão, Cristiano Ronaldo. 

Antevisão

A seleção nacional disputa, este sábado, um duelo com a Chéquia, em Praga, em jogo da penúltima jornada da Liga das Nações. A equipa das quinas ainda luta por uma vaga na final four da prova, que já conquistou em 2019, mas não pode perder sob pena de deixar fugir a Espanha, que também esta noite recebe a Suíça. 

Siga em direto, a partir das 19h45, todas as incidências da partida no Desporto ao Minuto

Leia Também: Chéquia-Portugal: Ganhar em Praga para manter pressão nos espanhóis

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório