Meteorologia

  • 30 MARçO 2023
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Águia voa para o 13.º triunfo e afunda tripulação madeirense

Benfica foi para o intervalo a vencer o Marítimo pela margem mínima, mas acabou a golear.

Águia voa para o 13.º triunfo e afunda tripulação madeirense

O Benfica continua imparável e, este domingo, goleou o Marítimo (5-0) naquele que foi o 13.º triunfo consecutivo esta temporada. O registo 100% vitorioso permite que as águias sigam para a pausa de seleções com mais cinco pontos em relação ao FC Porto e mais onze por comparação ao Sporting.

Numa primeira parte em que o Marítimo não somou qualquer remate, o Benfica apoderou-se da bola e, com ela, surgiram as oportunidade. Rafa Silva inaugurou o marcador bem perto da meia hora de jogo e Miguel Silva ainda evitou males maiores até ao intervalo.

A eficácia encarnada no regresso dos balneários ficou espelhada no golo de Gonçalo Ramos que, depois de ter tranquilizado a equipa com o 2-0, ainda fez questão de assinar um bis no encontro pouco depois. A goleada seria fechada já dentro dos últimos dez minutos, primeiro por David Neres e depois num estrondoso remate do recém-entrado Draxler.

45 minutos com uma direção

Roger Schmidt decidiu deixar Florentino no banco e, assim, promover a estreia de Aursnes na condição de titular, algo que contribuiu para refrescar o miolo encarnado e 'furar', por vezes, a organização do adversário.

O Benfica apoderou-se da posse de bola e somou diversas oportunidades junto da baliza de Miguel Silva. Já o Marítimo esteve muito aquém das expectativas no capítulo ofensivo e não conseguiu aproximar-se com perigo da baliza de Vlachodimos uma única vez 

Após as investidas perigosas de David Neres e João Mário, seria Rafa Silva o responsável por dar a primeira alegria aos mais de 50 mil benfiquistas presentes na Luz. O avançado português beneficiou de uma antecipação de Léo e ficou na cara do guardião adversário, sem tremer na hora de finalizar.

Até ao intervalo, Rafa Silva voltou a estar perto do golo, mas também Gonçalo Ramos e Enzo Fernández esbarram nas defesas de Miguel Silva, que evitou males maiores para a sua equipa.

Com uma reentrada assim...

João Henriques promoveu uma dupla alteração no reatar da partida, mas a estratégia não tardou em ficar sem efeito por culpa de... Gonçalo Ramos. O avançado das águias aproveitou um passe rasteiro de Bah e, com um toque subtil, deu um maior conforto à equipa com uma vantagem de dois golos.

As oportunidades multiplicaram-se e, pouco depois de António Silva ter rematado com estrondo ao poste, Gonçalo Ramos voltou a fazer gosto ao pé, curiosamente depois de ver o adversário efetuar uma nova dupla alteração. Rafa Silva isolou o companheiro do ataque na sequência de uma transição bem desenhada e o jovem avançado não tremeu na hora de fazer o bis.

Roger Schmidt aproveitou a larga vantagem para promover várias alterações no encontro, com particular destaque para as entradas de Draxler e Ristic, numa partida em que os golos não ficariam por ali.

Já dentro dos últimos dez minutos, David Neres aproveitou uma falha defensiva do adversário para chegar ao 4-0 aos 82 minutos e, meia dúzia de minutos depois, foi a vez de Draxler inventar um lance sozinho à entrada da área e atirar para um grande golo na Luz.

Com este resultado, o Benfica mantém-se na liderança, agora com 21 pontos em 21 possíveis, enquanto o Marítimo é a única equipa ainda sem pontos no campeonato, na última posição.

Momento do jogo: O início do segundo tempo ´pintado' com o golo de Gonçalo Ramos acabou por dar mais conforto ao Benfica rumo a mais um triunfo na presente temporada.

Leia Também: Gonçalo Ramos concluiu contra-ataque letal e bisou na Luz

Leia Também: A subtileza de Gonçalo Ramos no segundo do Benfica ao Marítimo

Leia Também: Rafa apareceu na cara de Miguel Silva e deixou a Luz ao rubro

Onzes

Benfica: Odysseas Vlachodimos; Bah, António Silva, Otamendi, Grimaldo; Aursnes, Enzo Fernández, David Neres, João Mário; Rafa Silva e Gonçalo Ramos.

Marítimo: Miguel Silva; Léo Andrade, Moises Mosquera, Vítor Costa, Cláudio Winck; João Afonso, Diogo Mendes, Vidigal, Bruno Xadas; Joel Tagueu e Zarzana.

Antevisão

Do topo ao fundo da classificação vão 18 lugares e, no caso de Benfica e Marítimo, vão mesmo 18 pontos. As águias preparam-se para receber, este domingo, os madeirenses, num encontro em que se tocam literalmente os dois extremos opostos da tabela.

O conjunto liderado por Roger Schmidt está imparável na reta inicial de temporada e persegue agora a 13.ª vitória consecutiva, a sétima no campeonato, de forma a manter a liderança isolada.

A somar a isso, os deslizes de FC Porto (empate frente ao Estoril) e Sporting (derrota diante do Boavista) são fatores que colocam uma 'pressão' extra nas águias para tomar a dianteira em relação aos principais rivais diretos.

Do outro lado, o Marítimo ainda não pontuou ao fim de seis jornadas. Com uma troca recente no comando técnico (saiu Vasco Seabra e entrou João Henriques), os madeirenses lutarão para deixar uma imagem diferente na Luz, apesar do elevado grau de dificuldade.

O jogo tem apito inicial agendado para as 18 horas deste domingo, será ajuizado por António Nobre e poderá acompanhar as incidências da partida, em direto, no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Benfica-Marítimo: Quando dois extremos opostos se tocam...

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório