Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Conceição: "Fomos infelizes com as arbitragens nestes dois jogos"

As palavras do técnico do FC Porto depois da goleada frente ao Marítimo no Estádio do Dragão.

Conceição: "Fomos infelizes com as arbitragens nestes dois jogos"
Notícias ao Minuto

23:02 - 06/08/22 por Notícias ao Minuto

Desporto FC Porto

Análise: O Marítimo entrou desinibido no jogo, a querer demonstrar que vinha aqui para discutir o resultado. É uma atitude positiva da parte do Marítimo, mas penso que, com o tempo, fomos criando e sendo a equipa que habituou desde sempre, com uma pressão muito forte, a não deixar que o adversário faça aquilo que gosta. A partir do golo, criámos mais situações, sempre com a equipa do Marítimo agressiva no jogo, a tentar sair para o ataque. Aqui e acolá, ao nível do equilíbrio, quando estávamos em posse, não foi o melhor, também por culpa da qualidade do Marítimo com bola, mas construímos um resultado absolutamente natural para uma equipa que olha para este campeonato para defender o título. Vamos ter muitas dificuldades contra adversários extremamente valiosos, mas não há problema nenhum. Estamos aqui para lutar e para superar todas essas dificuldades. Sinceramente, estou algo receoso por tudo aquilo que sinto no jogo. Nos dois jogos oficiais que temos... Sou um treinador que gesticula, que fala muito com a equipa em campo, sento-me, levanto-me e vivo o jogo com paixão. Na semana passada, não dirigi a palavra ao Manuel Mota. Hoje, exatamente o mesmo. Estava, sim, a gesticular porque tenho a certeza de que o lance do Tagueu é expulsão. É a melhor forma, pelos vistos, de não se falar tantos nos erros. O árbitro vem com uma atitude fora daquilo que deveria ser, de diálogo, já para mostrar cartão, para expulsar um elemento do banco. Com essa atitude, em vez de acalmar, cria ainda mais nervosismo. Não há necessidade disso. Fomos infelizes com as equipas de arbitragem que tivemos nestes dois jogos oficiais. Vamos ver, estamos aqui para sermos mais fortes do que o adversário, mas dentro do retângulo, para que, no final, em maio, ganhe a equipa que teve uma equipa técnica mais capaz, jogadores mais bravos... É isso que espero.

Pediu sempre mais pressão à equipa: Aqui, andamos sempre a trabalhar no limite das nossas capacidades, com toda a ambição e dedicação do mundo. Faz parte do nosso trabalho. Também é respeitar o adversário, aos 90 minutos, ainda querermos mais. Apesar de o resultado ser confortável, queremos ser fiéis ao que somos e aos princípios que temos. Se somos uma equipa pressionante, temos de ser até o jogo acabar. Essa exigência, aqui, é diária.

Alterações na estrutura da equipa: Somos fiéis aos nossos princípios. Em termos estratégicos, podemos ter uma ou outra nuance, mas depende do contexto. Não vamos abdicar da nossa base. Somos uma equipa com esses princípios há cinco anos, sempre à procura dessas caraterísticas, que acho que são a base do futebol. Temos os diferentes treinadores a trabalhar muito bem nesse sentido.

Leia Também: Taremi atira: "Saídas do FC Porto? Somos uma equipa completa"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório