Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

"Franco Israel? Se as coisas lhe correrem bem, Adán terá de esperar"

Face à ausência do lesionado Adán, Franco Israel deverá assumir, numa primeira instância, a titularidade da baliza do Sporting. Fernando Mendes, antigo jogador dos leões, acredita que o jovem guardião pode vir a destacar-se e até recorreu a um exemplo recente no rival FC Porto.

"Franco Israel? Se as coisas lhe correrem bem, Adán terá de esperar"
Notícias ao Minuto

08:01 - 02/08/22 por Miguel Simões

Desporto Exclusivo

Um reforço com 'via aberta' para arrancar a época como titular, entre os postes da baliza do Sporting. Franco Israel estreou-se pelos leões na pré-época e a lesão de Antonio Adán acabou por aumentar o desafio daquele que era apontado, inicialmente, como substituto do guardião principal.

Em declarações ao Desporto ao Minuto, Fernando Mendes afirmou que o jovem uruguaio de 22 anos tem potencial para se destacar já diante Sporting de Braga no arranque do campeonato, sendo que as oportunidades ajudarão a perceber se pode render Adán no futuro, mesmo após o regresso da lesão. Além disso, o antigo jogador dos leões recorreu ainda ao exemplo do rival FC Porto, aquando Agustín Marchesín acabou por ser 'ultrapassado' pelo jovem internacional Diogo Costa. Por fim, as expectativas e os reforços para a nova época foram também alvo de comentários.

"Não é fácil substituir um Adán, neste momento. É um guarda-redes com uma experiência tremenda e tem tido um papel fundamental nestes dois últimos anos do Sporting, que apesar de não ter sido campeão na época passada, venceu duas Taças. Ainda assim, quanto à evolução do Franco [Israel], é esperar para ver, até porque vai ter jogadores à frente dele muito experientes, com uma defesa consolidada. Isso também ajuda os guarda-redes, apesar de ser novo. O Coates, com certeza, vai dar-lhe boas indicações. A posição de guarda-redes é muito específica e, por isso, é esperar para ver e, acima de tudo, jogar e jogar. Do que eu vi, agradou-me em alguns aspetos", atirou.

Fernando Mendes admitiu que não conseguiu "ver muito" dos três jogos que Franco Isreal disputou na pré-época, mas não hesitou em apontar algumas das qualidades do novo guardião

"Creio que este último jogo com o Wolverhampton foi o melhor [de Franco], até porque jogou mais [o único com 90 minutos]. Não consegui ver muito dos jogos e não conhecia o novo guarda-redes, mas baseando-me nas indicações que tenho, pode vir a ser um grande substituto do Adán. Apesar de ser novo, é seguro e joga muito bem com os pés. É importante jogar, acima de tudo. Ainda assim, espero que o Adán não esteja lesionado por muito mais tempo. Acho que o Sporting para ter visto algo neste miúdo é porque há a capacidade para ser o futuro guardião principal da equipa", analisou.

Perspetivando o futuro, o antigo jogador do emblema de Alvalade (entre 1980 e 1989) fez questão de frisar a idade de Adán para analisar uma eventual troca na baliza leonina e ainda recorreu a um exemplo idêntico no FC Porto, entre Agustín Marchesín e Diogo Costa.

"O Adán já vai para uma certa idade, apesar de os guarda-redes terem essa facilidade de jogar mais tempo do que um jogador de campo, salvo raras exceções. É importante ele aprender com a experiência de um jogador como o Adán. Às vezes, basta uma oportunidade para a agarrar. E ele terá", começou por dizer sobre o assunto.

"Se as coisas lhe correrem bem, o Adán terá de esperar. É assim, é a lei da vida. O exemplo mais flagrante é o do FC Porto. O Marchesín é um guarda-redes fantástico e o Diogo Costa agarrou a titularidade da equipa com a idade que tem. E muito bem. Quanto ao Franco, terá aqui uma oportunidade e é esperar para ver. Só está nas mãos deles e na capacidade que ele possa ter para defender a baliza do Sporting. É difícil ser guarda-redes de clubes grandes. É preciso ter uma atenção tremenda, mas vamos esperar", vincou.

Quando questionado por uma eventual chamada de Franco Israel à seleção do Uruguai à boleia da 'montra' do Sporting, Fernando Mendes referiu que o mais importante passa por "aprender, fazer boas exibições e tentar agarrar o lugar", mas frisou ainda que "ganhando a titularidade no Sporting, as portas de qualquer seleção de qualquer jogador ficam um pouco mais facilitadas" para o futuro.

Fernando Mendes falou ainda das expectativas para a nova época, com base no futebol praticado ao longo da pré-época, analisando ainda a importância dos restantes reforços, além de Franco Israel.

"O Sporting tem uma equipa bem consolidada. É certo que saiu o Palhinha e o Sarabia [emprestado pelo PSG], mas é uma equipa com os processos bem definidos. Os jogos [da pré-época] agradaram-me, sobretudo, pela qualidade das equipas que defrontou. É importante que os primeiros jogos sejam mais acessíveis e depois mais fortes. O Sporting tem um início de campeonato exigente, tal como os adversários também o vão ter porque vão jogar contra o Sporting", atirou.

"Reforços? Creio que é uma coisa que Rúben Amorim tem feito muito bem desde que chegou. Alguns são jogadores que vêm do nosso campeonato e estão identificados com a prova. Acho que é importante eles adaptarem-se rápido ao clube e ter confiança no treinador. O Morita é uma boa aquisição. O Trincão vai-se adaptar. O St. Juste ainda não vi. O Rochinha é também do nosso campeonato e pode também ser bom reforço. Apesar de tudo, contínuo a achar que o Sporting precisava de mais uma solução em termos ofensivos", acrescentou.

Por fim, o antigo jogador falou ainda da eventual saída de Matheus Nunes, mas destacou a política do Sporting na hora de definir os novos jogadores.

"Era bom que não saísse mais ninguém, mas isso irá acontecer, até porque o Matheus Nunes poderá sair. Mas deixa-me descansado o facto de os alvos estarem identificados e são jogadores que acrescentam sempre algo. Parece que finalmente acabou aquela 'molhada' de jogadores que reforçavam o Sporting sem qualidade e o clube ainda está a pagar por isso, com alguns ainda lá e com custos salariais a serem suportados. Mas penso que as coisas têm de ser feitas com pés e cabeça. Se vai correr bem? Não sei, mas tudo fica mais próximo quando as coisas são organizadas" finalizou.

Recorde-se que Franco Israel foi oficializado como novo reforço dos leões no início do passado mês de julho e, na pré-época, já realizou três jogos, preparando-se agora para assumir a baliza do Sporting no arranque da nova temporada, já com um teste difícil diante do Sportind de Braga, agendado para este domingo, pelas 18 horas.

Leia Também: O vídeo com que o Sporting apresentou Franco Israel

Leia Também: Franco Israel em estreia nos treinos, no regresso dos internacionais

Leia Também: Lesão de Adán não 'obriga' Sporting a ir ao mercado... por enquanto

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório