Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 24º

FC Porto apresenta providência cautelar pela interdição de dois jogos

O FC Porto apresentou recurso e providência cautelar no Tribunal Arbitral do Desporto devido à interdição de duas partidas do Estádio do Dragão, que foi determinada pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

FC Porto apresenta providência cautelar pela interdição de dois jogos
Notícias ao Minuto

20:05 - 26/07/22 por Lusa

Desporto TAD

Segundo a lista de processos publicada no sítio oficial daquela entidade jurisdicional na Internet, o recurso dos 'dragões' deu entrada na sexta-feira, três dias após a decisão da secção profissional do órgão disciplinar federativo, tendo sido autuado na segunda-feira.

Na quarta-feira, os campeões nacionais comunicaram que iam "convictamente recorrer e reverter" a sanção de dois jogos de interdição do recinto, argumentando que tal se devia "apenas e só ao comportamento de elementos que não pertencem à estrutura" do clube.

Em causa estão os incidentes no 'clássico' entre FC Porto e Sporting, da 22.ª jornada da edição 2021/22 da I Liga, que geraram ainda uma multa de 25.245 euros aos 'dragões', por "arremesso de objeto sem reflexo no jogo" e "inobservância qualificada de deveres".

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol condenou também o coordenador de segurança da SAD do FC Porto, João Paulo Sousa, a pagar uma coima de 1.530 euros, ao passo que o diretor de campo e o diretor de segurança, Ricardo Carvalho e Carlos Carvalho, respetivamente, receberam multas de 918 euros cada um.

Já Manuel Silva (colete azul n.º 02), Carlos Elias (n.º 03) e Cláudio Filipe Nova (n.º 05), identificados no documento como "elementos de apoio às ações promocionais da FC Porto SAD", receberam 75 dias de suspensão e 3.060 euros de coima por "agressões".

Alvo de um processo disciplinar nos dias seguintes ao 'clássico', que foi realizado em 11 de fevereiro e terminou empatado 2-2, Matheus Reis, defesa brasileiro do Sporting, já tinha sido constituído arguido, mas foi considerado absolvido do ilícito de agressão.

Estes castigos foram divulgados após a instauração de um processo de inquérito aos incidentes verificados na receção dos 'dragões' aos 'leões', tais como o arremesso de objetos de apanha-bolas e de objeto metálico, em forma de projétil, ou o comportamento de assistentes de recinto desportivo e elementos da equipa de ativações publicitárias.

Quando faltavam 12 jornadas para o fim do campeonato, o então líder FC Porto manteve os seis pontos de avanço sobre o Sporting, segundo colocado, ao responder aos golos iniciais de Paulinho (oito minutos) e Nuno Santos (34) por Fábio Vieira (38) e Mehdi Taremi (78), tendo jogado em vantagem numérica desde os 49, por expulsão de Coates.

Os dois jogos de interdição do Estádio do Dragão apenas entram em vigor 15 dias úteis depois do anúncio do castigo, pelo que não irão condicionar a receção do FC Porto ao Marítimo na jornada inaugural da edição 2022/23 da I Liga, prevista para 06 de agosto.

O duelo caseiro seguinte dos 'azuis e brancos' é o 'clássico' com o Sporting, na terceira jornada, em 20 ou 21 de agosto, sendo que, após as deslocações ao Rio Ave e ao Gil Vicente, os campeões nacionais só voltam a atuar na prova enquanto visitados à sexta ronda, no fim de semana de 10 e 11 de setembro, defrontando o Desportivo de Chaves.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório