Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Boavista garante ter situação salarial regularizada junto da Liga

O Boavista "tem a situação salarial regularizada", assegurou à Lusa fonte da SAD do clube da I Liga, justificando com "questões formais" a falha no controlo de março e abril junto da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Boavista garante ter situação salarial regularizada junto da Liga
Notícias ao Minuto

19:42 - 23/05/22 por Lusa

Desporto I Liga

"O Boavista tem a situação salarial regularizada com todos os seus profissionais. Não há salários em atraso. A validação do pagamento dos salários junto da LPFP, que vai acontecer nos próximos dias, está apenas dependente de questões formais", explicou fonte da administração liderada por Vítor Murta, após a notificação da Liga de clubes.

Além do Boavista, do escalão principal, Leixões, Trofense e os despromovidos Varzim e Académica, todos da II Liga, falharam junto do organismo presidido por Pedro Proença a demonstração da inexistência de dívidas salariais quanto aos meses de março e abril.

"Como é do conhecimento público, o Boavista está inserido num grupo que contempla a existência de vários clubes e tem as suas contas auditadas internamente, o que faz com que, por vezes, haja atrasos nas formalidades que são necessárias entregar na LPFP", agregou a mesma fonte do Boavista, que dispõe de 15 dias para regularizar a situação.

Os 'axadrezados' acabaram a edição 2021/22 da I Liga na 12.ª posição, com 38 pontos, 10 acima da zona de despromoção direta, logrando a oitava permanência consecutiva.

Leia Também: Boavista e quatro clubes da II Liga falham controlo salarial de maio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório