Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Os homens não se medem aos palmos: As notas do Vizela-Sporting

Daniel Bragança, Pedro Gonçalves e Pablo Saravia pegaram na 'varinha mágica' e fizeram a festa em solo minhoto.

Os homens não se medem aos palmos: As notas do Vizela-Sporting

O Sporting regressou, neste domingo, aos triunfos no campeonato, desta feita contra o Vizela, em solo minhoto, num duelo relativo à 18.ª jornada, após o fracasso em São Miguel, diante do Santa Clara, por 2-3.

Um triunfo construído com três homens abaixo dos 1,75m. Pote, que abriu o ativo, conta com 1,73m, Daniel Bragança, autor do segundo golo, apresenta no cartão de cidadão 1,69m, já Pablo Sarabia, arquiteto dos dois remates certeiros, assinala 1,74m.

Num jogo bastante bem conseguido dos leões, e com várias ocasiões para o felino dilatar ainda mais o marcador, o campeão nacional ainda chegou a faturar o terceiro, mas anulado, e bem, por fora de jogo no início da jogada que desaguou no golo de Gonçalo Inácio.

Este triunfo mantém o conjunto verde e branco na luta pela reconquista do título, a três pontos do líder FC Porto, e mais seis do que o terceiro classificado Benfica. Por sua vez, os comandados de Álvaro Pacheco seguem agora na antepenúltima posição da classificação, com apenas 16 pontos.

Vamos então às notas de destaque desta partida:

Figura

Daniel Bragança usa dos perfumes mais apaixonantes para colar uma redondinha ao pé. Quase um 'relógio suíço' na hora do passe, mostrou-se ainda afoito na hora do remate, como também ainda vestiu a capa de Danigol para rubricar um golo de nota elevada.

Surpresa 

Devíamos colocar Pote nesta menção, afinal o menino Pedro regressou aos golos nove jogos depois, mas parece um 'crime' imperdoável não mencionar Sarabia. Fabricou o primeiro golo, envolveu-se no segundo, ainda serviu os companheiros para lances de remate final à baliza de Pedro Silva. Enfim, se o Museu do Prado conta com obras de Pablo Picasso, em Alvalade mora um artista que faz jus ao nome que apresenta no cartão de cidadão.

Desilusão

Nuno Santos rubricou uma bela exibição dentro das quatro linhas, e até assistiu para o golo de Daniel Bragança, mas nada desculpa o comportamento que teve nos instantes finais.  O português pegou-se com alguns adeptos do Vizela, tendo até atirado água para cima de alguns deles. Um gatilho para vários desentendimentos instantes depois. 

Treinadores

Álvaro Pacheco cozinhou a 'omelete' que conseguiu, para um encontro onde precisava de melhores 'ovos' para conceber receitas de melhor cardápio. Sem grandes acertos na primeira parte, na segunda viu-se um Vizela mais 'musculado' e com outras ganas para correr atrás do resultado. Porém, uma equipa joga aquilo que a outra a permite fazer e, na verdade, o leão travou o rival quase sempre.

Rúben Amorim oleou bem a máquina leonina e o campeão nacional apresentou-se bem do ponto de vista defensivo, como também no setor ofensivo. A aposta de Daniel Bragança para o lugar de Matheus Nunes revelou-se acertada, com o médio dos leões a assumir o papel de 'MVP' do encontro.

Árbitro da partida

Fábio Veríssimo não cometeu nenhum erro grosseiro, mas continua a ter uma paixão pelo apito, maior do que uma criança de 10 anos tem pelos doces. Apitou em demasia e, muitas das vezes, não deixou o jogo fluir.

Leia Também: Chuva de expulsões num final escaldante do Vizela-Sporting

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório