Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

"Temos uma posição a manter, basta ganhar e é isso que vamos fazer"

Treinador do Sporting lançou o jogo frente ao Tondela, em Alvalade.

"Temos uma posição a manter, basta ganhar e é isso que vamos fazer"

Música dos adeptos: "É um pormenor, agradeço muito, mas prefiro quando gritam pelo Sporting, principalmente a música do golo, é a que prefiro. O mérito é todo dos jogadores".

Antevisão: "Temos de saber que a mudança de chip é difícil. Nos outros quatro jogos, fora a Liga dos Campões, estivemos muito bem. Talvez o do Arouca tenha sido o que nos custou mais, no do Paços estivemos muito bem, entendemos muito bem o jogo e é isso que queremos fazer neste. Sabemos do perigo que há, o Tondela preparou o jogo com tempo, vem motivado. Sabemos que um mau resultado pode estragar o momento que temos. Vamos tentar ganhar para manter o bom momento".

Ausência do treinador do Tondela: "A ausência do Pako é sempre um momento difícil, mas as equipas estão preparadas, obviamente que o treinador estando junto da equipa é sempre melhor, mas o impacto da Covid com o treinador ou com os jogadores é sempre desagradável. Espero que não aconteça nada com o Pako, que recupere rápido. O seu adjunto disse que têm um ano de trabalho com a equipa e que vão estar preparados para o jogo".

Juventude na equipa: "O Quaresma teve oportunidades aqui, entendemos que devia rodar, que ia ter mais dificuldades para jogar mais porque por vezes são eles que transforma o seu futuro como o Gonçalo Inácio fez e o Quaresma era mais opção. Era um jogador que tinha um estatuto diferente do Inácio e o Inácio conseguiu adaptar-se melhor ao alto rendimento, o Quarema está a fazer o seu caminho, acreditamos muito nele, mas ele tem de melhorar e trabalhar muito para ao Sporting. Em relação ao Nazinho, não o usei para estrear jogadores. Foi por causa das limitações. Era o único lateral que tínhamos. Tendo um lateral a pedir para sair, como o Porro, e adaptando o Nuno Santos à posição, estaria a dizer aos miúdos que estão ali no banco mas não estão para entrar. Eles contam para entrar, o Nazinho ainda não o lancei, estreei-o. Lançar, lancei o Inácio, o Quaresma, o Matheus Nunes, o Nuno Mendes, e o que estamos a dar é sinais aos jogadores de que poderão ser os titulares da seleção. Isto faz muito parte do nosso projeto e esperemos que depois do Nazinho venham muitos mais".

Primeiro português com a 50 vitórias em 66 jogos na I Liga: "Obviamente é um bom sinal, mas não conta muito. Eu quando olho à minha volta, o mister Jorge Jesus tem muito mais títulos, o mister Sérgio Conceição tem mais títulos, ele tem grandes trabalhos nas competições europeias, e eu olho para isso, fico contente por vencer, mas foi mais valor aos títulos, aos jogadores que ajudo. É não olhar tanto para isso, fica satisfeito com o que fizemos, mas querer sempre mais. É sinal que estamos num bom caminho".

Jogo com o Benfica influencia? "Não acredito muito que o jogo com o Benfica tenha impacto nos jogadores, eles querem ganhar e manter o seu lugar. Contra o Besiktas não atingimos nenhum objetivo, só contra o Dortmund é que o atingimos. O jogo preocupa-me, por mais que os treinadores avisem, mas conheço os meus jogadores, o jogo frente ao Tondela vai ter influência no onze contra o Benfica, quem não estiver bem não vai jogar. Como já disse, basta um empate para estragar todo o bom momento. Se tivermos um mau resultado e a equipa der tudo, menos mal, mas se não tivermos um comportamento que corresponda à grandeza do Sporting, aí os jogadores poderão perder o lugar".

Momento importante para ganhar: "É sempre. Qualquer resultado pode ter um impacto grande nas equipas. As equipas que estão na frente estão a jogar bem, é difícil perderem pontos. Temos uma posição para manter, basta ganhar para a manter e é isso que vamos fazer. Seja um 1-0, 3-0, de bola parada, golo do Pedro Gonçalves. O Tondela preparou bem o jogo, de certeza de que estão motivados. jogamos no Sporting e temos de ganhar os jogos todos".

Pote: "Ele tem essa característica de fazer golos. Olho mais para o jogo dele e vi que não estava a fazer um bom jogo, estava desaparecido, precipitado. Ele esteve oito jogos sem fazer golos, mas jogava bem, pressionava bem. Olho da mesma maneira. marcou dois golos, mas pode fazer jogos ainda melhores. tem muito para trabalhar e foi o que fez nestes dias".

Reencontro com Casa Pia: "Será especial se ganharmos. Obviamente que tenho um carinho especial pelo Belenenses e pelo Casa Pia, é um momento especial, mas só o será se ganharmos. O importante é vencer os jogos".

Novamente indicado para o Man. United: "Já falei sobre o meu futuro e disse-o no fim da outra época. Sou treinador do Sporting, tenho contrato no Sporting e, como muitas vezes os contrato valem pouco, sou muito feliz no Sporting. É aqui que vou continuar".

Positivo manter-se no Sporting: "Vivo muito o dia-a-dia. Obviamente que toda a gente tem opinião sobre isso. O importante é que sou treinador do Sporting, sou feliz aqui, mas se pensasse da mesma maneira se calhar era melhor ter ficado no Sp. Braga, com uma equipa já feita, que já conhecia e não vinha para o Sporting. Vim para o Sporting, fiz a escolha certa. Mais do que os contrato, sou feliz aqui, quero ficar aqui. O futuro é ganhar ao Tondela".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório