Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Peru derrota Colômbia e Brasil ruma aos 'quartos' sem jogar

O Peru somou no domingo os primeiros pontos na Copa América em futebol, ao bater a Colômbia por 2-1, em encontro da terceira jornada do Grupo B, na qual o Brasil, de folga, carimbou um lugar nos 'quartos'.

Peru derrota Colômbia e Brasil ruma aos 'quartos' sem jogar
Notícias ao Minuto

07:04 - 21/06/21 por Lusa

Desporto Copa América

Depois da goleado por 4-0 sofrida perante precisamente o Brasil, os peruanos venceram com um tento de Sergio Peña, aos 17 minutos, e um autogolo de Yerry Mina, aos 64, contra um golo de Miguel Borja, aos 53, na transformação de uma grande penalidade.

Na classificação, o Brasil (dois jogos) soma seis pontos, contra quatro da Colômbia (três), três do Peru (dois), dois da Venezuela (três) e um do Equador (dois).

Desta forma, a seleção anfitriã é a primeira qualificada para os quartos de final, tendo em conta que a Venezuela, do português José Peseiro, empatou a dois golos com o Equador e, com apenas um jogo por disputar, já só pode chegar aos cinco pontos.

Em Goiânia, Cuadrado e Miguel Borja fizeram as primeiras ameaças, mas foram os peruanos que inauguraram o marcador, aos 17 minutos, por Sergio Peña, na recarga a um primeiro remate de fora da área de Yotún devolvido pelo poste esquerdo.

O Peru foi 'manietando' os colombianos, mas, já na segunda parte, aos 53 minutos, Miguel Borja isolou-se e foi derrubado pelo guarda-redes Gallese, numa grande penalidade que o avançado 'cafetero' não desaproveito, igualando o jogo.

O mesmo jogador teve uma grande oportunidade aos 58 minutos, mas desaproveitou, e, aos 64 o Peru voltou ao comando do marcador, graças a um autogolo e Yerry Mina, que desviou para a própria baliza um canto marcado na direita por Cueva.

Na parte final, a Colômbia, que também tinha garantido o apuramento vencendo, ainda tentou chegar, pelo menos, à igualdade, mas Miguel Borja desperdiçou mais duas grandes oportunidades, aos 68 e 69 minutos.

O boavisteiro Sebastián Pérez foi titular na formação 'cafetera', sendo substituído aos 60 minutos, enquanto Uribe e Luis Díaz, este último castigado, não jogaram.

Antes, a Venezuela, de José Peseiro, conquistou mais um 'heroico' ponto, ao empatar a dois golos com o Equador.

Depois do 0-0 com a Colômbia na segunda ronda, após o 0-3 com o Brasil a abrir, a seleção 'vinho tinto' esteve duas vezes em desvantagem perante os equatorianos, no 'Engenhão', mas respondeu sempre, acabando por selar o 2-2 final já nos descontos.

Edson Castillo foi a grande figura dos venezuelanos, ao marcar o primeiro golo, aos 51 minutos, de cabeça, após centro de José Martínez, e oferecer o segundo a Ronald Hernández, já nos descontos, aos 90+11, com um centro quase do meio-campo.

Pelos equatorianos, marcaram Ayrton Preciado, aos 39 minutos, e Gonzalo Plata, jogador do Sporting, que, entrou aos 68 e faturou aos 71, depois de correr quase o campo todo, após canto para os venezuelanos.

Na formação venezuelana, Sema Velázquez, jogador do Arouca, jogou os 90 minutos, ele que foi um dos muitos futebolistas chamados à última hora por José Peseiro, na sequência de uma série de casos positivos ao novo coronavírus que dizimaram a equipa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório