Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 9º MÁX 17º

Edição

GT World: Acidente deitou por terra aspirações de portugueses

Equipa de Henrique Chaves e Miguel Ramos viu-se obrigada a desistir após incidente no início da prova em Paul Ricard.

GT World: Acidente deitou por terra aspirações de portugueses

O automobilismo pode ser bastante cruel, e Henrique Chaves e Miguel Ramos sentiram essa crueldade na pele em Paul Ricard, ao ver o seu Lamborghini Huracán GT3 Evo abandonar a corrida, a terceira ronda da temporada deste ano do GT World Challenge Europe, que prometia um bom resultado.
 
Henrique Chaves mostrou um elevado nível durante a qualificação, revelando-se o piloto mais rápido entre os concorrentes da Pro-Am da Q1, o seu segmento, o que abria perspetivas para uma boa posição na grelha de partida.
 
As expectativas confirmaram-se e o carro transalpino operado pela Barwell Motorsport alinhava na quarta posição, estando um lugar no pódio em perspetiva.
 
Leo Machitski, incumbido de realizar o primeiro turno de condução, arrancou bem, subindo a terceiro entre os Pro-Am, o que ajudava a causa da formação do Lamborghini Huracán GT3 Evo #77. No entanto, no final da décima segunda volta, o colega de equipa de Henrique Chaves e Miguel Ramos sofreu um toque que o atirou para um pião, sendo, posteriormente, abalroado.
 
Com danos no carro, Leo Machitski regressou às boxes, tendo a Barwell Motorsport tudo tentado para voltar a colocar o 'Lambo' em pista. Miguel Ramos ainda saiu das boxes, mas regressou pouco depois para abandonar, sem que o carro estivesse em condições para realizar uma prova disputada maioritariamente à noite.
 
Henrique Chaves estava, evidentemente, desencantado com o desfecho da prova deste sábado. “Foi desapontante! Tínhamos mostrado na qualificação que tínhamos um bom ritmo e, com um bom lugar na grelha de partida, o pódio estava ao nosso alcance. No entanto, o Leo sofreu um toque que nos atirou para fora de prova. Ainda tentámos voltar à pista, mas tínhamos muitos danos no sistema de iluminação do carro e, numa prova disputada à noite, era impossível continuar. Foi pena, mas as corridas são assim”, afirmou o piloto de Torres Vedras.

“Foi frustrante termos de abandonar, mas mostrámos que estamos competitivos e na luta pelos lugares do pódio. Vamos trabalhar e vamos para Zandvoort ainda mais motivados e determinados em conseguir um bom resultado", concluiu o português.
 
A próxima etapa do GT World Challenge Europe disputa-se entre os próximos dias 18 a 20 de junho em Zandvoort, e contará para a Sprint Cup.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório