Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Thiago Silva esteve às portas da morte no FC Porto. Mulher conta tudo

Central do Chelsea prepara-se para o reencontro com a equipa que lhe abriu as porta do futebol europeu, em 2004.

Thiago Silva esteve às portas da morte no FC Porto. Mulher conta tudo

A primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões terá um sabor especial para Thiago Silva, uma vez que o agora jogador do Chelsea terá pela frente o FC Porto, clube que lhe abriu as portas do futebol europeu, em 2004, e onde passou um dos mais complicados períodos da vida.

Com apenas 19 anos, o defesa-central oriundo do Juventude foi integrado na equipa B dos dragões, e, durante uma viagem pela Tailândia, começou a sentir-se doente, com aquilo que parecia ser uma mera constipação.

Pouco depois, o internacional brasileiro seria emprestado ao Dínamo Moscovo, onde os sintomas pioraram consideravelmente, tendo este acabado por ser diagnosticado com tuberculose, que o deixaria às portas da morte, segundo conta, agora, a sua mulher, Belle Silva, ao portal Goal.

"O Thiago passou, no total, quase um ano no hospital. A meio do processo, após seis meses em Moscovo, disseram que não podiam fazer nada e que iriam retirar-lhe parte dos pulmões. Ele não poderia continuar a jogar futebol, porque não tinha 100% confiança na força dos pulmões", começou por dizer.

"Quando ele e a família perceberam a gravidade da situação, já tinha passado seis meses num quarto de hospital. Emocionalmente, foi muito difícil aceitar que o sonho dele estava terminado com a operação aos pulmões. O Thiago era jovem, e eu tinha apenas 17 anos, por isso era difícil comunicar através de tradutores", prosseguiu.

"Muitas vezes, os tradutores só diziam aquilo que achavam que devíamos saber, não a história completa. Após seis meses, fui do Brasil para a Rússia para estar com o Thiago. Desde então, não saímos mais do lado um do outro. Ele recebeu um segundo diagnóstico em Portugal e foi tratado lá. Vivemos seis meses em Portugal enquanto recuperava", completou.

A verdade é que, apesar dos receios, Thiago Silva acabaria mesmo, não só por recuperar, como por se tornar num dos melhores defesas-centrais do mundo, em parte graças ao treinador que o tinha lançado no Juventude: "O Ivo Wortmann já lhe tinha dado uma oportunidade antes, e voltou a fazê-lo no Fluminense. Foi o que lhe permitiu recomeçar a carreira".

Leia Também: Sérgio Conceição leva 25 jogadores para o jogo com o Chelsea

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório