Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

"Não podemos perder pontos se queremos ter palavra a dizer no título"

Sérgio Conceição avisa que o jogo com o Portimonense será "extremamente difícil, se não dos mais difíceis a jogar fora".

"Não podemos perder pontos se queremos ter palavra a dizer no título"

Sérgio Conceição alertou, esta sexta-feira, para a importância que a deslocação ao terreno do Portimonense pode assumir na luta do FC Porto pelo título de campeão nacional. Em conferência de imprensa, o treinador abordou, ainda, os momentos individuais de Otávio, Jesús Corona e Moussa Marega.

Corona perdeu fulgor: Nunca tem a ver com uma só coisa. Identificámos os valores do Corona, mas os jogadores passam por diferentes ciclos durante a época, é normal haver uma quebra de forma momentânea, mas num jogo ou outro tudo muda. Não estamos preocupados. Preocupava-me era se o Corona não corresse, mas os dados são interessantes. É verdade que, se calhar, falta-lhe um bocadinho daquela imprevisibilidade que tanta vez provoca. Espero que amanhã aconteça. Amanhã vai jogar. É o Corona mais dez.

Melhor jogar antes dos rivais: Temos que fazer o nosso trabalho e ganhar o nosso jogo, seja antes ou depois. A pressão dos adversários, não sei, não me cabe responder. Já tive situações onde jogávamos antes ou depois e esse não era um fator importante para o desempenho da equipa.

Pinto da Costa acredita na renovação de Otávio e Marega: Não posso contradizer-me. Já me ouvem há quatro anos, e não olho para o contrato do jogador, se tem um mês de contrato ou dez anos. Não olho para a situação dele e da perspetiva de futuro. Olho para os jogadores que tenho à disposição. Tenho a garantia de que todos os que estão comigo neste momento, pelo menos até ao fim do campeonato, estão comigo. São situações que a direção está atenta e vai resolver da melhor maneira. O que todos queremos é servir o clube da melhor forma.

FC Porto não sofre golos há três jogos: Faz parte desses tais momentos do jogo que temos que trabalhar. Temos trabalhado muito no sentido da consistência defensiva, não só no campo, como com vizualização de imagens. É um processo coletivo, todos os jogadores estão inseridos nesse momento. Tem havido um trabalho muito interessante em melhorar um aspeto que acho muito importante para ganhar jogos.

Mais tempo para trabalhar: Há mais tempo para preparar o jogo dentro daquilo que é um pós-ciclo muito difícil, onde houve muitos jogos. Normalmente, nos primeiros dias de recuperação, há uns em que a intensidade não é muito grande, por isso acaba por ser uma semana mais ou menos igual. É sempre bom, dá tempo para trabalhar mais com outros jogadores situações que não estão tão bem. É ótimo para a equipa e para eles também. Deveríamos ter mais semanas assim, mas, por um ou outro motivo, não podemos. Temos que ir ao encontro daquilo que se pede e sermos inteligentes na gestão do grupo de trabalho.

O que falta a Otávio para chegar à seleção: Ele não tem que evoluir para chegar à seleção, tem que continuar a sua evolução como jogador. É um jogador com o qual já trabalhei antes de vir para o FC Porto, conheço-o muito bem. A evolução dele tem sido fantástica. As leões têm atrasado um pouco a continuidade, mas está num ponto maduro, percebe muito o jogo e as minhas ideias. É um jogador muito importante para o FC Porto. Sendo cidadão português, não é mais nem menos do que outros que estiveram e estão na situação dele. Não me cabe pensar se está em condições para ir à seleção, o Fernando Santos é que tem que decidir. O país está muito bem servido de selecionador nacional. É um jogador em cima da mesa e tem tido um trajeto fantástico no FC Porto.

Portimonense mais estável: É uma equipa que tem vindo a subir de produção, principalmente em casa. É uma equipa que tem bons valores individuais, tem jogadores fortes, que podem ombrear com equipas como a nossa, que também é muito forte nos duelos. É uma equipa agressiva, das que tem mais amarelos e mais desarmes na Liga. Estamos atentos a tudo isso, que faz um coletivo interessante. Não estão tão bem na tabela classificativa, mas, se olharem para lá, entre o Portimonense e o Rio Ave há duas vitórias de distância. Há muitas equipas nesse espaço intermédio, não é tanto por aí. Teremos um jogo extremamente difícil, se não dos mais difíceis a jogar fora. Mas, obviamente, é um jogo extremamente importante. Temos que ir atrás do prejuízo e não podemos deixar pontos se queremos pensar que ainda temos uma palavra a dizer naquilo que é o título, o principal objetivo da temporada.

Futuro no FC Porto depende da I Liga: O meu futuro passa por, a seguir a fazer a convocatória, tomar banho, ir para casa e depois para o aeroporto. Não vou comentar as palavras do presidente. Como ele disse, estou focado nas competições que faltam até final. É o mais importante neste momento.

Vencer a Liga dos Campeões: É importante ganhar o próximo jogo em Portimão. Depois haverá o jogo com o Santa Clara, e depois falaremos da Liga dos Campeões. Queremos sempre ganhar o próximo jogo.

Duelo com o Chelsea na Liga dos Campeões: É o que é. Sabem quais as equipas que estão nos quartos-de-final, do poderio que têm. Independentemente do adversário que calhasse ao FC Porto, seria sempre uma tarefa extremamente difícil, como vai ser. A partir do momento em que estamos nos quartos-de-final com os melhores clubes da Europa, serão jogos bem disputados e difíceis para todos. 

Vencer antes da paragem para seleções: Estas paragens são o que são. Há jogadores que estão carregados de minutos e que têm que fazer jogos amigáveis em diferentes países, o que é também cansativo. Queria ter uma pausa, mas que estivessem os jogadores todos aqui, não só parar recuperar, como também para trabalhar alguns aspetos importantes. É o que é, temos que olhar para isso, perceber o lado positivo, que é ter jogadores nas diferentes seleções e trabalhar com os que ficam. Estão longe, mas continuam em comunicação. É importante vencer porque são três pontos que queremos muito na caminhada e no atraso que temos em relação ao rival que vai na frente.

12h52: A conferência de imprensa foi adiada para as 13h30. 

12h37: A conferência de imprensa de Sérgio Conceição está atrasada. 

Sérgio Conceição estará, esta sexta-feira, em conferência de imprensa para fazer o lançamento do jogo com o Portimonense, agendado para amanhã, sábado, às 18 horas. 

Siga, em direto, o essencial das palavras do treinador do FC Porto.

Leia Também: "O FC Porto é sempre favorito, seja contra quem for"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório